Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

'Monstro de mísseis' sírio está pronto para derrotar terroristas no sul do país

O sistema lança-mísseis sírio Golan-1000, considerado um dos mais potentes de seu tipo, foi transferido para as colinas de Tulul al-Safa, no deserto de As-Suwayda, no sul do país, onde as tropas governamentais estão lutando contra os terroristas do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários ouros países).


Sputnik

O surgimento do veículo lançador múltiplo, batizado na mídia de "monstro de mísseis", pode ser considerado como um teste em condições de combate reais, já que anteriormente havia sido comunicado apenas sobre casos isolados de uso do sistema, de acordo com o portal Russkoe Oruzhie.


Golan 1000 | Reprodução Twitter

Pela primeira vez este veículo de combate foi demonstrado em maio deste ano pelos militares da quarta divisão de tanques da Síria.

De acordo com o portal, as características do sistema divulgadas impressionaram os especialistas militares. O Golan-1000 utiliza o chassi padrão do tanque soviético T-72. Caso os terroristas sejam atingidos pelo fogo de seus mísseis de 500 mm e 500 kg de peso, eles praticamente não terão chances de sobreviver.

Além disso, durante seu uso em combate o veículo pode ser operado remotamente, tendo para isso um painel especial.

Previa-se que, depois de ter sido apresentado, o Golan-1000 começasse a participar ativamente de combates, contudo, pelo visto, seu desenvolvimento demorou mais do que o planejado, fazendo com que o lança-mísseis tenha surgido na área de combates somente agora.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas