Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã desloca sistema russo de defesa S-300 para a costa do golfo Pérsico (VÍDEO)

Uma coluna de caminhões iranianos transportando vários sistemas anti-aéreos russos S-300 Favorit para a costa do golfo Pérsico foi capturada em vídeo por um motorista e postada no YouTube.
Sputnik

O vídeo mostra como caminhões transportam partes dos sistemas antiaéreos e coincide com a escalada de tensão entre os Estados Unidos e o Irã com o envio de um grupo de combate naval dos EUA para a costa iranianas, relata Alarabiya.


Segundo o jornal russo Rossiyiskaya Gazeta, o envio dessas unidades do S-300 para a costa persa responde à crescente presença militar e naval dos Estados Unidos. O artigo também explica que as unidades não viajam sozinhas por via terrestre e fazem isso em caminhões para preservar sua vida útil e garantir a segurança durante a viagem.

Em 13 de maio, o comandante das Forças Aeroespaciais da Guarda Revolucionária Islâmica, Amir Ali Hajizadé, assegurou que o país persa estava pronto para atacar os Estados Unidos devido à presença do referido grupo naval na região.

Hajizadé…

Parlamento da Ucrânia ameaça ocupar e dividir Rússia

Recentemente, o deputado da Suprema Rada (parlamento ucraniano) Igor Mosiychuk ameaçou a Rússia com ocupação e divisão territorial do país.


Sputnik

A afirmação foi publicada pelo próprio parlamentar na sua conta de Facebook.


A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, barba e close-up
Igor Mosiychuk | Reprodução Facebook

O político ucraniano apresentou a sua própria versão da história, segundo a qual em 1612 Moscou foi libertada não dos invasores polacos, mas dos ucranianos. Nas palavras dele, dois terços das tropas expulsas da capital russa eram compostos por cossacos ucranianos.

Nessa conexão, o deputado afirmou que Kiev pode tomar as mesmas medidas e, no futuro próximo, ocupar mais vez as cidades russas.

"A História se repete. A Moscóvia [nome antigo da Rússia] moderna deve esperar uma nova ocupação por parte da Ucrânia", destacou, adicionando que só esse cenário pode satisfazer a "nação de guerreiros" ucranianos.

Não é pela primeira vez que os políticos ucranianos fazem declarações hostis em relação à a Rússia. Recentemente, o mesmo deputado ucraniano Igor Mosiychuk ameaçou destruir a Ponte da Crimeia. Assim, em maio ele chamou a construção de "infraestrutura inimiga" e sublinhou que participaria pessoalmente em sua destruição se fosse ministro da Defesa.

A Crimeia se reunificou à Rússia em 2014 depois de um referendo no qual mais de 96% dos residentes votaram pela reunificação. No entanto, Kiev ainda considera a península como território ucraniano. As autoridades russas ressaltaram inúmeras vezes que a reunificação ocorreu de forma legal, de acordo com as leis internacionais.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas