Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

'Passo histórico e correto', diz Netanyahu sobre mudança de embaixada brasileira

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse nesta quinta-feira (1) que a decisão do presidente eleito Jair Bolsonaro de realocar a embaixada do país sul-americano em Israel de Tel Aviv para Jerusalém é uma medida histórica e correta.


Sputnik

Bolsonaro confirmou que pretende transferir a embaixada brasileira ao jornal Israel Hayomia.


Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu © AP Photo / Gali Tibbon/Pool

"Felicito o meu amigo presidente eleito, Jair Bolsonaro, por sua intenção de transferir a embaixada brasileira para Jerusalém, um passo histórico, correto e emocionante!", escreveu o premiê israelense no Twitter.

Se o Brasil realocar sua embaixada em Israel para Jerusalém, será o terceiro país a fazê-lo, seguindo o exemplo dos Estados Unidos e da Guatemala.

Os palestinos e o mundo árabe condenam essas medidas, enquanto a Organização das Nações Unidas (ONU) insta seus Estados membros a absterem-se de mover missões diplomáticas para Jerusalém até que o status legal da cidade seja estabelecido.

Israel ocupou a região leste de Jerusalém no ano de 1967 na Guerra dos Seis Dias, e depois anexou a área, um movimento que nunca foi reconhecido pela comunidade internacional.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas