Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Pelo menos 2 militares sírios morrem em bombardeios de militantes em Latakia

Sete casos de bombardeios foram registrados nesta sexta-feira na província de Latakia e na cidade síria de Aleppo.


Sputnik

Pelo menos dois militares sírios foram mortos e outros 13 ficaram feridos após um bombardeio de militantes na zona de segurança de Idlib. A informação foi divulgada pelo chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria.


Três explosões perto da estação de ônibus na cidade de Latakia, Síria (foto de arquivo)
Explosões na estação de ônibus em Latakia, Síria © Foto: Twitter/ Aldin Abazović

De acordo com o tenente-general Vladimir Savchenko, sete casos de bombardeios foram registrados no norte da província de Latakia e na cidade de Aleppo.

"Dois soldados do exército sírio foram mortos e outros 13 ficaram feridos. Não houve vítimas entre civis", disse Savchenko em uma entrevista coletiva diária.

No leste da província de Latakia, os terroristas da organização Frente al-Nusra (proibida na Rússia e em vários outros países) continuam lançando foguetes e bombas contra os povoados e instalações do Exército sírio. Por sua vez, os soldados sírios retaliam ao longo de toda a fronteira com a província vizinha de Idlib.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas