Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Pentágono: empresa receberá US$ 263 milhões para construir drones Reaper MQ-9

A fabricante norte-americana de drones, General Atomics, receberá mais de US$ 263 milhões para construir veículo aéreos não tripulados MQ-9 Reapers para a Força Aérea dos Estados Unidos, segundo divulgou o Departamento de Defesa dos EUA através de um comunicado à imprensa.


Sputnik

"A General Atomics — Sistemas Aeronáuticos, de Poway, Califórnia, recebeu US$ 263.403.355 por um contrato empresarial para a produção do MQ-9 Reaper", afirma o comunicado.


Militares norte-americanos preparam um drone MQ-9 Reaper para exercícios de voo
Drone norte-americano MQ-9 Reaper | CC BY 2.0 / Força Aérea dos EUA

O serviço estipulado pelo contrato será realizado na Califórnia e a expectativa é que seja concluído até 2021, acrescenta o comunicado.

A General Atomics espera que o modelo MQ-9B, que tem uma envergadura maior que a de seu predecessor, esteja pronto até 2025, conforme apontou o site Defense One em um texto publicado nesta semana.

O comunicado de imprensa não especifica quantos drones serão fabricados pela empresa.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas