Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Pescador de Gaza teria sido morto por forças israelenses em meio a cessar-fogo

Na quarta-feira (14), um pescador em Gaza teria sido morto pelas Forças de Defesa de Israel (IDF), segundo os relatos da mídia israelense e palestina.


Sputnik

Ambos os lados decidiram executar cessar-fogo após uma troca de ataques na terça-feira (13), em que militares israelenses reportaram que militantes palestinos lançaram 460 foguetes da Faixa de Gaza em um período de 24 horas, ressaltando terem conseguido interceptar mais de 100 projéteis. 


Tanque israelense dispara contra a Faixa de Gaza (foto de arquivo)
Tanque israelense dispara contra a Faixa de Gaza © AP Photo / Baz Ratner

O sindicato dos pescadores declarou que o homem de 20 anos estava trabalhando na praia perto do cerco marítimo que separa Gaza de Israel, quando foi baleado na barriga, segundo AP. Militares israelenses ainda não deram nenhum depoimento sobre o acontecido.

O pescador é considerado a primeira vítima fatal desde que o Hamas e outros grupos de militantes em Gaza decidiram executar um acordo de interrupção de ataques mediado pelo Egito.

O ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, recusou-se a apoiar a decisão do governo de cessar as hostilidades com os militantes de Gaza, classificando o acordo de "capitulação ao terrorismo" e anunciou sua renúncia.

Como resposta a dezenas de ataques palestinos com foguetes, a Força Aérea israelense bombardeou alvos em todo o enclave. A medida foi tida como vingança pela morte de sete militares israelenses durante uma operação das forças especiais israelenses no dia 11 de novembro.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas