Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Lançamento do Submarino Riachuelo – S40 (VIDEO)

Hoje, 14 de dezembro, às 10h da manhã em Itaguaí-RJ, teve início a Cerimônia de Lançamento do Submarino Riachuelo, o primeiro de uma série de quatro submarinos convencionais e um nuclear que estão sendo construídos pela Marinha do Brasil. A cerimônia conta com a presença do Presidente da República.
Poder Naval

O nome do primeiro submarino, “Riachuelo”, é alusivo à Batalha Naval do Riachuelo, considerada decisiva na Guerra do Paraguai, com atuação destacada da Marinha do Brasil.


Acompanhe a Cerimônia em tempo real no vídeo no final deste post.
Prosub

O Brasil tem o mar como uma forte referência em todo o seu desenvolvimento. É nessa área marítima que os brasileiros desenvolvem as atividades pesqueiras, o comércio exterior e a exploração de recursos biológicos e minerais. A imensa riqueza das águas, do leito e do subsolo marinho nesse território justifica seu nome: Amazônia Azul.

A Amazônia Azul cobre uma área de 3,5 milhões de quilômetros quadrados. Mas o país pleiteia na Organização das Naç…

Presidente ucraniano decreta lei marcial no país

Nesta segunda-feira (26), o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, aprovou a decisão do Conselho Nacional de Segurança e Defesa para introdução de lei marcial no país em conexão ao incidente no estreito de Kerch.


Sputnik


A lei marcial no território ucraniano entra em vigor a partir de hoje (26), sendo finalizada no dia 25 de janeiro de 2019, de acordo com o decreto. Ainda é necessária aprovação da Suprema Rada. 


O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko
Presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko © Sputnik / Mikhail Markiv

"Acionar a decisão do Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia a partir de 26 de novembro de 2018 ‘Sobre medidas extraordinárias para assegurar a soberania estatal e independência da Ucrânia, e sobre a imposição da lei marcial na Ucrânia'", lê-se no documento.

Enquanto isso, o presidente encarregou o Estado-Maior ucraniano para organizar mobilização parcial.

"Ao Estado-Maior da Ucrânia: estipular medidas de mobilização parcial, organizar e levar a cabo preparativos com participação de reservistas da reserva operacional em escalas necessárias", lê-se no documento.

Anteriormente, o Conselho Nacional de Segurança e Defesa ucraniano, um mês antes do início da campanha eleitoral no país, resolveu impor lei marcial no país para o prazo de 60 dias.

No domingo (25), três navios da Marinha ucraniana, violando os artigos 19 e 21 da Convenção da ONU sobre direito marítimo, atravessaram a fronteira da Rússia. Os navios entraram na zona aquática temporariamente encerrada e realizaram manobras perigosas durante várias horas sem reagir às exigências das embarcações russas que acompanhavam os navios ucranianos.

Foi tomada a decisão de usar armas. Todos os navios ucranianos foram detidos aproximadamente a 20 km da costa russa e a 50 km do local habitual de passagem dos navios no estreito de Kerch por baixo da Ponte da Crimeia.

Durante o incidente, três militares ucranianos ficaram levemente feridos. Eles receberam assistência médica e não correm risco de vida.

A Rússia abriu um processo criminal por violação da fronteira e exigiu a realização de uma sessão urgente do Conselho de Segurança da ONU devido à situação no mar de Azov.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas