Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Rara versão de veículo lançador de foguetes soviético foi flagrada no Iêmen

O veículo foi flagrado durante um confronto entre o grupo Houthi e seus oponentes na província iemenita de Saada.


Sputnik

O BM-21 Grad é um veículo lançador múltiplo de foguetes que entrou em serviço do exército soviético em 28 de março de 1963.


BM-21 Grad no Iêmen | Reprodução

Na segunda década do século XXI as forças desse Estado da península Arábica contavam com poucas unidades de veículos BM-21, que foram construídos sobre o chassi do Ural-375.

O Ural-375 é um caminhão multipropósito de tração 6x6, tornando-se posteriormente na plataforma ideal para a construção do veículo lançador de foguetes.

O BM-21 Grad se tornou um dos mais fabricados na história, tendo sido fabricadas 8 mil unidades, além das réplicas estrangeiras, segundo o portal militar russo Russkoe Oruzhie.

Testes provaram que uma descarga de 20 segundos do Grad seria capaz de eliminar uma força de infantaria do inimigo em uma área de 2,44 hectares. Além disso, o sistema usa uma munição reativa M-21OF de 122 mm com dupla estabilização. O veículo também seria capaz de se deslocar por rodovia à velocidade de 75 km/h.

Infelizmente, o veículo tinha um problema, que era o consumo do motor, chegando a consumir até 100 litros de gasolina de elevada octanagem em apenas 100 quilômetros. Entretanto, o veículo foi utilizado por mais de 50 países, por ser um veículo simples, eficiente, seguro e com um custo relativamente baixo.

O veículo foi substituído em 1998 pelo lançador múltiplo de foguetes Tornado-G, que possui uma maior capacidade de combate.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas