Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Merkel: Esforços pelo desarmamento devem incluir EUA, Rússia, UE e China

A declaração da chanceler alemã ocorre em meio a um impasse entre Moscou e Washington, depois que os EUA anunciaram a suspensão do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF).
Sputnik

"O desarmamento é algo que preocupa a todos nós e é claro que ficaríamos felizes se essas conversas fossem realizadas não apenas entre os Estados Unidos, Europa e Rússia, mas também com a China", afirmou Angela Merkel na Conferência de Segurança de Munique, no sábado.


Comentando o assunto, o Ministro da Economia e Energia da Alemanha, Peter Altmaier, observou que o término do acordo poderia levar a uma nova corrida armamentista.

No início de fevereiro, Washington disse que estava suspendendo as obrigações previstas sob o Tratado INF. A Rússia respondeu da mesma maneira. Os EUA disseram que sairiam do tratado em seis meses, a menos que a Rússia voltasse a cumprir o acordo, mas Moscou refuta as alegações de violação do.

Washington também se mostrou favorável a um novo texto envolvendo t…

Tensão: Parlamento ucraniano marca reunião para votar lei marcial

O presidente do parlamento ucraniano, Andrei Parubiy, convocou uma reunião parlamentar extraordinária para as 11h (horário de Brasília) na segunda-feira (26), para votar a imposição da lei marcial no país.


Sputnik

A reunião do parlamento ucraniano avaliará a decisão do Conselho Nacional de Segurança e Defesa (NSDC, sigla em inglês) de impor a lei marcial na Ucrânia.


Verkhovna Rada, Parlamento da Ucrânia
Parlamento da Ucrânia © Sputnik / Alexandr Maksimenko

"Em cumprimento da decisão do Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia e do apelo do Presidente da Ucrânia, na segunda-feira, 26 de novembro de 2018, às 16.00h (14.00 GMT), convoco uma sessão extraordinária da Suprema Rada [parlamento ucraniano]", escreveu Parubiy em sua página no Facebook na noite deste domingo (26). O parlamentar também teceu duras críticas à Rússia.

Mais cedo neste domingo (26), o NSDC decidiu impor a lei marcial no território da Ucrânia por um período de 60 dias. A decisão, porém, precisa ser raificada pelo Legislativo do país.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas