Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Ucrânia realiza exercícios com mísseis na fronteira com Crimeia

Kiev realizou exercícios com fogo real de mísseis na fronteira com a Rússia perto da Crimeia, anunciou a Força Aérea ucraniana.


Sputnik

"Na região ucraniana de Kherson, no polígono de Yagorlyk, foram efetuados exercícios com fogo real de sistemas de mísseis antiaéreos S-300PS, S-300PT, Buk-M1, testes de voo de mísseis antiaéreos para o S-125M1 e testes estatais do sistema modernizado Osa-AKM2", diz o comunicado no Facebook.


Sistema ucraniano de mísseis Buk-M1
Buk-M1 ucraniano © Foto: Ministério da Defesa da Ucrânia

Na véspera (1) foi relatado que se iniciaram exercícios antiaéreos na região de Kherson para testar mísseis em mar aberto. O espaço aéreo sobre o mar Negro nessa área será fechado de 1º até 4 de novembro por causa desses testes de lançamento de mísseis.

Kiev assegura que os exercícios com fogo real decorrem em conformidade com todas as normas do direito internacional. Para realizar a prática de lançamentos, foi delineada uma zona de perigo na parte noroeste do mar Negro, o que exclui completamente quaisquer ameaças.

Políticos e especialistas militares russos estão confiantes de que os exercícios no território do Estado vizinho não representam uma ameaça, já que "a Ucrânia em termos técnico-militares não é um rival comparável com a Rússia".

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas