Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã desloca sistema russo de defesa S-300 para a costa do golfo Pérsico (VÍDEO)

Uma coluna de caminhões iranianos transportando vários sistemas anti-aéreos russos S-300 Favorit para a costa do golfo Pérsico foi capturada em vídeo por um motorista e postada no YouTube.
Sputnik

O vídeo mostra como caminhões transportam partes dos sistemas antiaéreos e coincide com a escalada de tensão entre os Estados Unidos e o Irã com o envio de um grupo de combate naval dos EUA para a costa iranianas, relata Alarabiya.


Segundo o jornal russo Rossiyiskaya Gazeta, o envio dessas unidades do S-300 para a costa persa responde à crescente presença militar e naval dos Estados Unidos. O artigo também explica que as unidades não viajam sozinhas por via terrestre e fazem isso em caminhões para preservar sua vida útil e garantir a segurança durante a viagem.

Em 13 de maio, o comandante das Forças Aeroespaciais da Guarda Revolucionária Islâmica, Amir Ali Hajizadé, assegurou que o país persa estava pronto para atacar os Estados Unidos devido à presença do referido grupo naval na região.

Hajizadé…

Atentados deixam mortos perto do palácio presidencial da Somália

Ao menos 7 pessoas morreram após a explosão de 2 carros bombas. Ataques foram reivindicados por islamistas do grupo Al Shabab.


France Presse

Ao menos sete pessoas morreram neste sábado na capital da Somália, Mogadíscio, em dois atentados com carros-bomba perto do palácio presidencial, reivindicados pelos islamitas do grupo Al Shabab.

Civis ajudam homem ferido após explosão perto do palácio presidencial na Somália — Foto: Feisal Omar/Reuters
Civis ajudam homem ferido após explosão perto do palácio presidencial na Somália — Foto: Feisal Omar/Reuters

"Confirmamos as mortes de sete pessoas em duas explosões. Outras 10 ficaram feridas", afirmou à AFP Ibrahim Mohamed, chefe de polícia local.

A primeira explosão aconteceu em uma barreira de controle ao lado do Teatro Nacional, a 500 metros do palácio presidencial. A segunda, mais potente, aconteceu em um cruzamento próximo, poucos minutos depois.

As explosões foram reivindicadas pelos islamitas Al Shabab, vinculados à Al-Qaeda, que foram expulsos da capital em 2011 mas ainda controlam amplas zonas rurais, de onde organizam operações de guerrilha e atentados suicida.

O objetivo do grupo é provocar a queda do governo federal somali, apoiado pela comunidade internacional e os 20.000 militares da missão da União Africana na Somália (Amisom).

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas