Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

Casa Branca declara que EUA iniciaram retirada de suas tropas da Síria

Na quarta-feira (19), a secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, declarou que os EUA estão se preparando para retirar todas as suas forças da Síria.


Sputnik

A vitória sobre o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em vários outros países) na Síria não significa que a coalizão pare com seu trabalho e termine sua existência como coalizão, informou aos jornalistas.


Forças dos EUA na Síria (foto de arquivo)
Tropas dos EUA na Síria © AFP 2018 / DELIL SOULEIMAN

"Iniciamos o retorno das tropas dos EUA em meio à nova fase da campanha", disse.

Segundo Sanders, os EUA e seus aliados, se for necessário, estarão prontos para voltar e defender os interesses norte-americanos.

"Continuaremos trabalhando em conjunto para privar os terroristas radicais islâmicos do território, financiamento, apoio e quaisquer formas de atravessar as nossas fronteiras", acrescentou.

Previamente, a agência de notícias Bloomberg, citando uma fonte, informou que Donald Trump ordenou a retirada das tropas dos EUA da Síria.

As Forças Armadas norte-americanas serão retiradas do país em um período de 60 a 100 dias, relata a Reuters.

A coalizão liderada pelos EUA e seus aliados das Forças Democráticas da Síria, maioritariamente curdos, lançaram uma campanha contra os remanescentes do Daesh escondidos em diversas cidades a leste do rio Eufrates.

O governo da Síria tem acusado reiteradamente a coalizão de usar fósforo branco e bombas de fragmentação na região e de causar pesadas baixas civis em perímetros urbanos. A coalizão confirmou a realização de uma pesada campanha de ataques aéreos na região, inclusive na cidade de Hajin, mas negou que as bombas estejam causando mortes civis em massa e refuta o uso de fósforo branco e munições cluster proibidas.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas