Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Casco do NT Marajó é afundado na Operação MISSILEX II 2018 (VIDEO)

A Marinha do Brasil realizou este ano mais uma Operação MISSILEX, desta vez usando como alvo o casco do Navio-Tanque Marajó, desativado em 2016 depois de 47 anos de serviço ativo.


Poder Naval

O vídeo que circula em redes sociais, mostra os navios da Esquadra Brasileira que participaram do exercício de tiro real realizando uma série de tarefas e um helicóptero SH-16 Sea Hawk do Esquadrão HS-1 lançando um míssil antinavio Penguin contra o casco desativado do NT Marajó.


Resultado de imagem para Casco do NT Marajó é afundado na Operação MISSILEX II 2018
Reprodução

A Marinha do Brasil divulgou há poucos dias a realização do primeiro lançamento do míssil antinavio nacional MANSUP, mas não informou qual foi o alvo utilizado.

Levando-se em conta o pequeno intervalo de tempo entre as notícias, inferimos que o MANSUP pode ter sido lançado contra o NT Marajó, mas as imagens não foram incluídas neste vídeo.

Na Operação MISSILEX 2017, quando a Marinha lançou o Penguin e o Exocet, também não incluiu o lançamento do Exocet no vídeo de divulgação.

Em 12 de setembro a MB realizou a Operação MISSILEX I 2018, quando lançou um míssil MM40 Exocet para verificar a robustez e a precisão da plataforma de navegação inercial de projeto nacional empregada no MANSUP.




Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas