Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Casco do NT Marajó é afundado na Operação MISSILEX II 2018 (VIDEO)

A Marinha do Brasil realizou este ano mais uma Operação MISSILEX, desta vez usando como alvo o casco do Navio-Tanque Marajó, desativado em 2016 depois de 47 anos de serviço ativo.


Poder Naval

O vídeo que circula em redes sociais, mostra os navios da Esquadra Brasileira que participaram do exercício de tiro real realizando uma série de tarefas e um helicóptero SH-16 Sea Hawk do Esquadrão HS-1 lançando um míssil antinavio Penguin contra o casco desativado do NT Marajó.


Resultado de imagem para Casco do NT Marajó é afundado na Operação MISSILEX II 2018
Reprodução

A Marinha do Brasil divulgou há poucos dias a realização do primeiro lançamento do míssil antinavio nacional MANSUP, mas não informou qual foi o alvo utilizado.

Levando-se em conta o pequeno intervalo de tempo entre as notícias, inferimos que o MANSUP pode ter sido lançado contra o NT Marajó, mas as imagens não foram incluídas neste vídeo.

Na Operação MISSILEX 2017, quando a Marinha lançou o Penguin e o Exocet, também não incluiu o lançamento do Exocet no vídeo de divulgação.

Em 12 de setembro a MB realizou a Operação MISSILEX I 2018, quando lançou um míssil MM40 Exocet para verificar a robustez e a precisão da plataforma de navegação inercial de projeto nacional empregada no MANSUP.




Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas