Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA criticam bombardeiros russos na Venezuela: "Nós mandamos navio-hospital"

O coronel Robert Manning, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, criticou com veemência nesta segunda-feira o envio de bombardeiros russos à Venezuela e citou o envio de navio-hospital à região como exemplo do compromisso de Washington com a região.
EFE

Washington - "O enfoque dos EUA sobre a região difere do enfoque da Rússia. No meio da tragédia, a Rússia envia bombardeiros à Venezuela e nós mandamos um navio-hospital", declarou Manning durante uma entrevista coletiva realizada hoje no Pentágono.


O militar se referia com estas palavras ao USNS Comfort, que partiu em meados de outubro rumo à América Central e à América do Sul para oferecer ajuda sanitária aos milhares de refugiados venezuelanos amparados por diversos países da região.

"Enquanto nós oferecemos ajuda humanitária, a Rússia envia bombardeiros", lamentou Manning em referência ao envio uma esquadrilha de aviões russos, incluindo dois bombardeiros estratégicos T-160, capazes de carregar bomb…

Comandante da Marinha dos EUA é encontrado morto no Oriente Médio

Segundo o chefe de operações navais, almirante John Richardson, o comandante da 5ª Frota da Marinha dos EUA foi encontrado morto em sua casa, localizada em Bahrein.


Sputnik

O vice-almirante Scott Stearney estava em missão no Oriente Médio e no Sudoeste da Ásia dirigindo as operações navais na região. Entretanto, na manhã deste sábado (1), Scott Stearney foi encontrado morto em sua residência. Segundo informações oficiais, não foi encontrado nada suspeito no interior da residência, entretanto, suspeita-se que Stearney tenha cometido suicídio.


Vice-almirante da quinta Frota da Marinha dos EUA, Scott A. Stearney
CC BY 2.0 / Official U.S. Navy Page / Vice Adm. Scott Stearney looks at a cache of over 2,500 AK-47 automatic rifles seized during maritime security operations

As forças navais lideradas pela Marinha americana são responsáveis por missões consideradas de grande importância pelo governo dos EUA nas águas do golfo Pérsico, estreito de Ormuz e mar Vermelho. A principal missão na região é combater a pirataria, as ameaças da guarda revolucionária iraniana e o contrabando de armas, entre outras ameaças.

Stearney era piloto e instrutor de voo do caça F/A-18 e havia realizado mais de 1.000 pousos em porta-aviões, servindo previamente os EUA no Afeganistão, conforme publicação do jornal The New York Times.

As autoridades locais e o Serviço de Investigação Criminal da Marinha dos EUA estão investigando o caso, afirma o almirante John Richardson, ressaltando que o contra-almirante Paul J. Schlise assumiu o comando da 5ª Frota da Marinha dos EUA.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas