Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA vão suspender Tratado INF se Rússia não cumprir acordo, diz vice-secretário de Estado

Os EUA vão suspender suas obrigações no Tratado INF, que trata a respeito armas nucleares de médio alcance, no dia 2 de fevereiro se a Rússia não apresentar provas de que está cumprindo o acordo, disse o vice-secretário de Estado.
Sputnik

Em outubro, o presidente dos EUA anunciou que seu país abandonaria o Tratado INF, assinado pelos Estados Unidos e pela União Soviética em 1987.


Trump argumentou que Moscou estava desenvolvendo mísseis que violam esse pacto.

Em 4 de dezembro, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que Washington suspenderia sua adesão ao INF no prazo de 60 dias se a Rússia não voltasse a cumprir suas obrigações.

No entanto, a Rússia nega categoricamente todas as acusações. O líder russo, Vladimir Putin, declarou que Moscou se opõe à violação do Tratado INF, mas responderá se isso acontecer.

Coreia do Sul revela 1º protótipo de seu helicóptero de ataque

A Korean Aerospace Industries (KAI) tornou público o seu primeiro protótipo de um novo helicóptero de ataque leve.


Sputnik

O helicóptero está sendo desenvolvido na sede da KAI, em Sacheon, sendo esta a primeira vez que o Estado asiático se dedica a produzir uma aeronave de combate tão avançada.


Korea Aerospace Industries (KAI) lançará protótipo de helicóptero militar leve no próximo mês.

O setor de defesa da Coreia do Sul superou seus principais rivais em diversas áreas-chave, podendo se citar como exemplo a notável qualidade dos seus destróieres da classe Sejong, o Grande, do tanque K2 Black Panther e dos jatos de treinamento T-50.

O país nunca desenvolveu um projeto tão complexo como o deste helicóptero de combate, o que representa um grande passo à frente, pois o país já havia demonstrado a sofisticação de seus outros helicópteros militares não destinados a combate, segundo a revista Military Watch.

Com a fabricação de seu próprio helicóptero de ataque, a Coreia do Sul poderia reduzir a grande dependência dos equipamentos americanos, como os helicópteros Apache, que foram adquiridos em grande quantidade e de acordo com um contrato multibilionário.

Devido ao sucesso de outros sistemas de armas sul-coreanos no mercado global de armamentos, que superaram os ocidentais, inclusive vendendo seus equipamentos em quantidades significativas a países membros da OTAN, muito provavelmente o novo helicóptero de ataque leve sul-coreano terá sucesso no mercado, já que possuiria um preço mais acessível do que o helicóptero norte-americano Apache. Entre os potenciais clientes estariam os países do Leste Europeu e as Filipinas.

A Coreia do Sul vem aumentando seu poder de combate e o novo helicóptero demonstra a capacidade tecnológica do país, que neste ano ocupou o 5º lugar no ranking das potências militares.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas