Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Merkel: Esforços pelo desarmamento devem incluir EUA, Rússia, UE e China

A declaração da chanceler alemã ocorre em meio a um impasse entre Moscou e Washington, depois que os EUA anunciaram a suspensão do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF).
Sputnik

"O desarmamento é algo que preocupa a todos nós e é claro que ficaríamos felizes se essas conversas fossem realizadas não apenas entre os Estados Unidos, Europa e Rússia, mas também com a China", afirmou Angela Merkel na Conferência de Segurança de Munique, no sábado.


Comentando o assunto, o Ministro da Economia e Energia da Alemanha, Peter Altmaier, observou que o término do acordo poderia levar a uma nova corrida armamentista.

No início de fevereiro, Washington disse que estava suspendendo as obrigações previstas sob o Tratado INF. A Rússia respondeu da mesma maneira. Os EUA disseram que sairiam do tratado em seis meses, a menos que a Rússia voltasse a cumprir o acordo, mas Moscou refuta as alegações de violação do.

Washington também se mostrou favorável a um novo texto envolvendo t…

Defesa russa destaca sucesso dos testes do novo míssil balístico intercontinental

Na quarta-feira (5), o chefe do Estado-Maior da Rússia, Valery Gerasimov, relatou início de produção em série dos sistemas de mísseis Avangard e realização de testes de lançamento de mísseis Sarmat.


Sputnik

De acordo com o comandante, a Rússia deu início em 2018 à produção em série do sistema Avangard com míssil equipado com um bloco de cruzeiro planador. "Empresas industriais russas iniciaram a produção em série do sistema de mísseis Avangard com míssil equipado com um bloco de cruzeiro planador", declarou.


Testes de lançamento de mísseis Sarmat (imagem referencial)
Teste de lançamento do Sarmat | Ministério da Defesa da Rússia

Além do mais, Valery Gerasimov revelou que o Ministério da Defesa da Rússia realizou com sucesso neste ano testes de lançamento do míssil balístico intercontinental Sarmat.

"Para substituição do mais poderoso sistema de mísseis, que se encontra no arsenal das forças estratégicas nucleares da Rússia, o Voevoda, está sendo criado um complexo com míssil balístico intercontinental pesado — Sarmat. Neste ano foi realizado com sucesso testes de lançamento deste míssil", disse ele em comunicado.

O sistema Avangard engloba mísseis balísticos intercontinentais equipados com blocos hipersônicos planadores ao invés de termonucleares clássicos. Uma ogiva de cruzeiro atinge alvo 20 vezes mais rápido do que a velocidade do som. Graças à trajetória de voo a uma menor altitude, a intercepção dos mísseis Avangard é praticamente impossível para quaisquer sistemas antimísseis.

No que se refere a mísseis pesados a combustível líquido, os mísseis RS-28 Sarmat são ainda mais imprevisíveis para o inimigo. Esse gigante é capaz de transportar ao território inimigo de dez a 15 ogivas divisíveis de 750 quilotons cada uma. O alcance do míssil supera 11 mil quilômetros.

O Sarmat não tem análogos no mundo. Sua produção em série está marcada para 2020 e o primeiro regimento com este míssil estará pronto para combate já em 2021. Trata-se de um novo nível de contenção nuclear.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas