Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA criticam bombardeiros russos na Venezuela: "Nós mandamos navio-hospital"

O coronel Robert Manning, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, criticou com veemência nesta segunda-feira o envio de bombardeiros russos à Venezuela e citou o envio de navio-hospital à região como exemplo do compromisso de Washington com a região.
EFE

Washington - "O enfoque dos EUA sobre a região difere do enfoque da Rússia. No meio da tragédia, a Rússia envia bombardeiros à Venezuela e nós mandamos um navio-hospital", declarou Manning durante uma entrevista coletiva realizada hoje no Pentágono.


O militar se referia com estas palavras ao USNS Comfort, que partiu em meados de outubro rumo à América Central e à América do Sul para oferecer ajuda sanitária aos milhares de refugiados venezuelanos amparados por diversos países da região.

"Enquanto nós oferecemos ajuda humanitária, a Rússia envia bombardeiros", lamentou Manning em referência ao envio uma esquadrilha de aviões russos, incluindo dois bombardeiros estratégicos T-160, capazes de carregar bomb…

Defesa russa destaca sucesso dos testes do novo míssil balístico intercontinental

Na quarta-feira (5), o chefe do Estado-Maior da Rússia, Valery Gerasimov, relatou início de produção em série dos sistemas de mísseis Avangard e realização de testes de lançamento de mísseis Sarmat.


Sputnik

De acordo com o comandante, a Rússia deu início em 2018 à produção em série do sistema Avangard com míssil equipado com um bloco de cruzeiro planador. "Empresas industriais russas iniciaram a produção em série do sistema de mísseis Avangard com míssil equipado com um bloco de cruzeiro planador", declarou.


Testes de lançamento de mísseis Sarmat (imagem referencial)
Teste de lançamento do Sarmat | Ministério da Defesa da Rússia

Além do mais, Valery Gerasimov revelou que o Ministério da Defesa da Rússia realizou com sucesso neste ano testes de lançamento do míssil balístico intercontinental Sarmat.

"Para substituição do mais poderoso sistema de mísseis, que se encontra no arsenal das forças estratégicas nucleares da Rússia, o Voevoda, está sendo criado um complexo com míssil balístico intercontinental pesado — Sarmat. Neste ano foi realizado com sucesso testes de lançamento deste míssil", disse ele em comunicado.

O sistema Avangard engloba mísseis balísticos intercontinentais equipados com blocos hipersônicos planadores ao invés de termonucleares clássicos. Uma ogiva de cruzeiro atinge alvo 20 vezes mais rápido do que a velocidade do som. Graças à trajetória de voo a uma menor altitude, a intercepção dos mísseis Avangard é praticamente impossível para quaisquer sistemas antimísseis.

No que se refere a mísseis pesados a combustível líquido, os mísseis RS-28 Sarmat são ainda mais imprevisíveis para o inimigo. Esse gigante é capaz de transportar ao território inimigo de dez a 15 ogivas divisíveis de 750 quilotons cada uma. O alcance do míssil supera 11 mil quilômetros.

O Sarmat não tem análogos no mundo. Sua produção em série está marcada para 2020 e o primeiro regimento com este míssil estará pronto para combate já em 2021. Trata-se de um novo nível de contenção nuclear.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas