Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA vão suspender Tratado INF se Rússia não cumprir acordo, diz vice-secretário de Estado

Os EUA vão suspender suas obrigações no Tratado INF, que trata a respeito armas nucleares de médio alcance, no dia 2 de fevereiro se a Rússia não apresentar provas de que está cumprindo o acordo, disse o vice-secretário de Estado.
Sputnik

Em outubro, o presidente dos EUA anunciou que seu país abandonaria o Tratado INF, assinado pelos Estados Unidos e pela União Soviética em 1987.


Trump argumentou que Moscou estava desenvolvendo mísseis que violam esse pacto.

Em 4 de dezembro, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que Washington suspenderia sua adesão ao INF no prazo de 60 dias se a Rússia não voltasse a cumprir suas obrigações.

No entanto, a Rússia nega categoricamente todas as acusações. O líder russo, Vladimir Putin, declarou que Moscou se opõe à violação do Tratado INF, mas responderá se isso acontecer.

Destróier USS Charles F. Adams não vai mais virar museu

A Jacksonville Historic Naval Ship Association (JHNSA) informou que, infelizmente, a Marinha dos Estados Unidos inverteu o curso e determinou que o ex-USS Charles F. Adams (DDG-2) não será mais doado à JHNSA parar virar um museu em Jacksonville, mas será desmantelado.


Poder Naval

Esta decisão é contrária à recomendação da Marinha em 2014 de que o ex-USS Charles F. Adams (DDG-2) seria liberado para a JHNSA como doação.

USS Charles F. Adams (DDG-2)
USS Charles F. Adams (DDG-2)

Os membros da JHNSA agradecem ao congressista Rutherford, aos senadores Rubio e Nelson, ao governador Scott e a todas as autoridades municipais por seus esforços com o Secretário da Marinha para que o ex-USS Charles F. Adams (DDG-2) fosse levado a Jacksonville.

Embora desapontados com este desfecho, a JHNSA continuará a perseguir a preservação de um navio de guerra da Marinha ao centro de Jacksonville.



O Adams foi o primeiro de uma classe de 23 contratorpedeiros de mísseis guiados da Marinha dos EUA construídos nos anos 50 e 60. Foi baseado em Mayport por um tempo e desativado em 1990.

O navio foi armazenado na Filadélfia após a desativação e se deteriorou desde que saiu do serviço.


O ex-USS Charles F. Adams na Filadélfia aguardando seu destino final
Os principais fatores que qualquer grupo que busca criar um navio museu deve considerar são ter o dinheiro para fazer a manutenção da embarcação e um lugar seguro e estável onde possa permanecer atracado.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas