Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã desloca sistema russo de defesa S-300 para a costa do golfo Pérsico (VÍDEO)

Uma coluna de caminhões iranianos transportando vários sistemas anti-aéreos russos S-300 Favorit para a costa do golfo Pérsico foi capturada em vídeo por um motorista e postada no YouTube.
Sputnik

O vídeo mostra como caminhões transportam partes dos sistemas antiaéreos e coincide com a escalada de tensão entre os Estados Unidos e o Irã com o envio de um grupo de combate naval dos EUA para a costa iranianas, relata Alarabiya.


Segundo o jornal russo Rossiyiskaya Gazeta, o envio dessas unidades do S-300 para a costa persa responde à crescente presença militar e naval dos Estados Unidos. O artigo também explica que as unidades não viajam sozinhas por via terrestre e fazem isso em caminhões para preservar sua vida útil e garantir a segurança durante a viagem.

Em 13 de maio, o comandante das Forças Aeroespaciais da Guarda Revolucionária Islâmica, Amir Ali Hajizadé, assegurou que o país persa estava pronto para atacar os Estados Unidos devido à presença do referido grupo naval na região.

Hajizadé…

Destróier USS Charles F. Adams não vai mais virar museu

A Jacksonville Historic Naval Ship Association (JHNSA) informou que, infelizmente, a Marinha dos Estados Unidos inverteu o curso e determinou que o ex-USS Charles F. Adams (DDG-2) não será mais doado à JHNSA parar virar um museu em Jacksonville, mas será desmantelado.


Poder Naval

Esta decisão é contrária à recomendação da Marinha em 2014 de que o ex-USS Charles F. Adams (DDG-2) seria liberado para a JHNSA como doação.

USS Charles F. Adams (DDG-2)
USS Charles F. Adams (DDG-2)

Os membros da JHNSA agradecem ao congressista Rutherford, aos senadores Rubio e Nelson, ao governador Scott e a todas as autoridades municipais por seus esforços com o Secretário da Marinha para que o ex-USS Charles F. Adams (DDG-2) fosse levado a Jacksonville.

Embora desapontados com este desfecho, a JHNSA continuará a perseguir a preservação de um navio de guerra da Marinha ao centro de Jacksonville.



O Adams foi o primeiro de uma classe de 23 contratorpedeiros de mísseis guiados da Marinha dos EUA construídos nos anos 50 e 60. Foi baseado em Mayport por um tempo e desativado em 1990.

O navio foi armazenado na Filadélfia após a desativação e se deteriorou desde que saiu do serviço.


O ex-USS Charles F. Adams na Filadélfia aguardando seu destino final
Os principais fatores que qualquer grupo que busca criar um navio museu deve considerar são ter o dinheiro para fazer a manutenção da embarcação e um lugar seguro e estável onde possa permanecer atracado.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas