Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Eficiência de defesa dos EUA contra mísseis balísticos é 'muito baixa', diz especialista

Segundo o designer chefe do Instituto de Moscou de Tecnologia Termal, Yury Solomov, a eficiência das unidades de defesa dos EUA contra mísseis balísticos no Alasca e na Europa é 'extremamente baixa'.


Sputnik

A declaração foi publicada no jornal russo Argumenti Nedeli, nesta quinta-feira (27).


Uma bateria do sistema de defesa aérea dos EUA Patriot (foto de arquivo)
MIM-104 Patriot © Sputnik / Igor Zarembo

"Tudo relacionado ao sistema de defesa existente deixou ser há muito tempo algo relacionado a meios de defesa militar e passou para a esfera político-militar. De fato, a eficiência desses sistemas de defesa contra mísseis balísticos é extremamente baixa", disse Solomov quando questionado sobre se as unidades de defesa dos EUA no Alasca e na Europa eram capazes de deter os mísseis balísticos intercontinentais da Rússia.

No entanto, ele acrescentou que as unidades de defesa colocadas na Europa poderiam ser utilizadas também como armamento ofensivo e que isso seria "um tipo completamente diferente de ameaça".

Especialistas do Instituto de Moscou de Tecnologia Termal criaram mísseis balísticos estratégicos como os RSD-10 Pioneer, que foi retirado de serviço devido ao Tratado de Forças Nucleares de Faixa Intermediária (INF), em 1987, além dos RT-2PM Topol e dos RSM-56 Bulava.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas