Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Embaixadora dos EUA chama Polônia de 'bastião de defesa' contra a Rússia

A embaixadora norte-americana na Polônia, Georgette Mosbacher, opina que o país desempenha um papel fundamental na estratégia global do presidente dos EUA Donald Trump, segundo ela declarou em entrevista ao jornal polonês Rzeczpospolita.


Sputnik

"A Polônia é uma espécie de bastião nessa região, que a defende da agressão russa. Não há dúvidas que a Rússia não abdicará de provocações, o que significa que a Polônia deve permanecer a base da estabilidade da região", disse Mosbacher ao jornal.


Resultado de imagem para Georgette Mosbacher
Georgette Mosbacher

Ela acrescentou que a Polônia desempenha um papel-chave para a segurança dos EUA. O reforço da Europa Ocidental em geral influi sobre a segurança norte-americana, segundo a embaixadora.

"Devemos nos acautelar de países agressivos expansivos, conforme pudemos constatar nos últimos dias. A Polônia tem uma importância estratégica na segurança dessa região. Levando em conta que estamos na OTAN, uma Polônia forte significa também uns Estados Unidos mais seguros", sublinhou.

Além disso, a embaixadora falou sobre a importância do projeto Iniciativa dos Três Mares, que reúne 12 países europeus com saída para o mar Báltico, mar Negro e mar Adriático. Segundo a embaixadora, quanto mais fortes forem os países dessa união, melhor eles conseguirão resistir às ameaças na região.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas