Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Entrega de S-300 da Rússia aumentou capacidade da Síria de repelir ataques, diz senador

O fornecimento de sistemas de mísseis antiaéreos S-300 aumentou consideradamente a capacidade dos militares sírios de repelir ataques, afirmou o senador russo Aleksei Pushkov após o ataque noturno de mísseis contra a Síria.


Sputnik

"A julgar pela forma como os sistemas S-300 rechaçaram os ataques de mísseis perto de Damasco, o seu fornecimento aumentou drasticamente a capacidade da Síria de repelir ataques de mísseis", disse Pushkov em sua conta do Twitter.


Sistema de defesa aérea S-300
S-300 Favorit © Sputnik / Ramil Sitdikov

Na noite passada (25), o canal de televisão Ikhbariya reportou que a defesa antiaérea da Síria conseguiu interceptar um ataque de vários mísseis disparados contra província de Damasco.

"O ataque inimigo foi efetuado a partir do espaço aéreo libanês, foram derrubados vários alvos inimigos", informou a mídia.

Aviões da Força Aérea de Israel violaram o espaço aéreo ao sul do Líbano ao realizar manobras a baixa altitude sobre Nabatiye e também sobre a região de Al Tufa, comunicou a agência de notícias libanesa NNA.

As cidades libanesas de Tiro e Sidon também tiveram seu espaço aéreo invadido por aeronaves provenientes do mar Mediterrâneo.

Israel viola periodicamente as fronteiras aéreas, navais e terrestres do Líbano. Por esse motivo, Damasco pediu diversas vezes ao Conselho de Segurança da ONU que fossem tomadas medidas relativamente a essas invasões.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas