Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Especialista revela vantagem do submarino russo da 4ª geração perante análogo americano

O submarino estratégico do projeto 955 Borei é duas vezes mais silencioso que o submarino polivalente nuclear da classe Virgínia dos EUA, declarou Aleksandr Blagov, diretor do Instituto Kurchatov, que participou do desenvolvimento do navio russo.


Sputnik


O primeiro submarinho da classe Virgínia foi entregue à Marinha dos EUA em 2004, enquanto a Marinha russa recebeu o Borei em 2013.


Submarino nuclear russo de classe Borei (foto de arquivo)
Submarino nuclear russo Classe Borei © Sputnik / Sevmash

"O submarino nuclear de quarta geração Borei é duas vezes mais silencioso que o Virgínia norte-americano", revelou Blagov, sublinhando que foram realizados esforços consideráveis para aumentar a furtividade do submarino.

Os submarinos nucleares russos de quarta geração do projeto Borei e Borei-A, equipados com mísseis balísticos intercontinentais R-30 Bulava, deverão ser o elemento principal do componente naval estratégico russo nas próximas décadas.

O Borei tem 170 metros de cumprimento, 13,5 metros de largura e seu o deslocamento é de 24 mil toneladas. Estes submarinos podem ser equipados com 16 mísseis balísticos intercontinentais R-30 Bulava.

A mídia já qualificou os navios do projeto 955 Borei como um "pesadelo" para os EUA e declarou que os novos submarinos russos são os mais temíveis em todo o mundo.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas