Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Diretor de Projetos da Marinha do Brasil diz que Programa Tamandaré não será afetado por cortes no orçamento

Convidado para falar a empresários catarinenses durante a reunião do Comitê da Indústria da Defesa (Comdefesa), da Fiesc, o vice-almirante Petronio Augusto Siqueira de Aguiar, diretor de Projetos da Marinha do Brasil, garantiu na manhã desta quinta-feira que o bloqueio de verbas do governo federal não vai afetar o andamento do projeto de construção de quatro navios da Marinha em Itajaí.
Poder Naval

Ele confirmou que o recurso previsto para a empreitada, de R$ 2,5 bilhões, está contingenciado – mas acredita que isso será revertido no segundo semestre. – Esse projeto não tem volta. O Brasil e a Marinha precisam modernizar a frota – afirmou.

A Marinha foi a principal atingida pelo bloqueio de verbas no setor de Defesa, que soma R$ 13 bilhões. O recurso para as corvetas está com a Emgepron, empresa de projetos da Marinha que negocia os termos do contrato com o consórcio Águas Azuis, vencedor da concorrência pública para construção das embarcações.

O grupo tem entre as consorciadas a alemã Thys…

Forças Armadas do Iraque relatam eliminação de 30 comandantes do Daesh na Síria

Nesta segunda-feira (31), o comando das Forças Armadas iraquianas comunicou sobre a eliminação de 30 comandantes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) como resultado de um ataque aéreo no povoado sírio de al-Susah, situado na província de Deir ez-Zor.


Sputnik

"Hoje [31], aviões iraquianos F-16 efetuaram um potente e doloroso ataque aéreo contra a área de al-Susah no território sírio. O alvo foi completamente eliminado – um prédio de dois andares, utilizado como abrigo dos terroristas e local para suas reuniões", lê-se no comunicado da assessoria do comando, recebido pela Sputnik.


Militar iraquiano perto de um caça F-16 da Força Aérea do Iraque na base aérea de Balad, fevereiro de 2018
Militar e F-16 iraquianos © AP Photo / Khalid Mohammed

Segundo o comunicado, o ataque aéreo foi levado a cabo durante uma reunião de "30 comandantes do Daesh de alto escalão".

O povoado de al-Susah fica nos arredores da cidade de Hajin, um dos últimos bastiões do Daesh na Síria. Dos combates pela libertação da cidade participam as Forças Democráticas da Síria (FDS) ao lado da coalizão internacional, que opera no território sírio sem autorização das autoridades do país.

Neste domingo (30), as Forças Armadas do Iraque receberam autorização do presidente sírio Bashar Assad de atacar as posições do Daesh no território sírio, sem precisar conciliar suas ações com Damasco.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas