Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Poloneses pedem a Trump ajuda para conseguir indenização da Rússia e Alemanha pela 2ª Guerra

Um auto-proclamado "partido bíblico antiglobalista" pró-EUA e pró-Israel da Polônia, que se autodenomina "Movimento 11 de novembro", criou uma petição no site We the People da Casa Branca pedindo ao presidente Donald Trump ajude a obter "compensação adequada" da Rússia e da Alemanha por danos causados ​​na Segunda Guerra Mundial.
Sputnik

"Os poloneses livres estão apelando para os EUA, o vencedor na Segunda Guerra Mundial e o fiador dos acordos do pós-guerra, para obter ajuda na recuperação das reparações de guerra da Alemanha e da Rússia", diz a petição.


Além de alcançar a "justiça histórica", uma campanha de reparações bem-sucedida desempenharia "um papel fundamental na Polônia, tornando-se um forte aliado dos Estados Unidos diante da ameaça que surge na Europa e na Ásia — um novo Império do Mal".

Falando ao The New American, uma pequena revista de propriedade da John Birch Society, o co-autor e vice-presidente do Movimento 11…

Forças Armadas do Iraque relatam eliminação de 30 comandantes do Daesh na Síria

Nesta segunda-feira (31), o comando das Forças Armadas iraquianas comunicou sobre a eliminação de 30 comandantes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) como resultado de um ataque aéreo no povoado sírio de al-Susah, situado na província de Deir ez-Zor.


Sputnik

"Hoje [31], aviões iraquianos F-16 efetuaram um potente e doloroso ataque aéreo contra a área de al-Susah no território sírio. O alvo foi completamente eliminado – um prédio de dois andares, utilizado como abrigo dos terroristas e local para suas reuniões", lê-se no comunicado da assessoria do comando, recebido pela Sputnik.


Militar iraquiano perto de um caça F-16 da Força Aérea do Iraque na base aérea de Balad, fevereiro de 2018
Militar e F-16 iraquianos © AP Photo / Khalid Mohammed

Segundo o comunicado, o ataque aéreo foi levado a cabo durante uma reunião de "30 comandantes do Daesh de alto escalão".

O povoado de al-Susah fica nos arredores da cidade de Hajin, um dos últimos bastiões do Daesh na Síria. Dos combates pela libertação da cidade participam as Forças Democráticas da Síria (FDS) ao lado da coalizão internacional, que opera no território sírio sem autorização das autoridades do país.

Neste domingo (30), as Forças Armadas do Iraque receberam autorização do presidente sírio Bashar Assad de atacar as posições do Daesh no território sírio, sem precisar conciliar suas ações com Damasco.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas