Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Grécia e Rússia discutem aumento de cooperação no setor de Defesa

O Ministério da Defesa grego informou nesta segunda-feira (10) que Grécia e Rússia discutiram o fortalecimento da cooperação bilateral no setor da indústria da Defesa durante sessão da 14ª Comissão Greco-Russa de Cooperação na Indústria de Defesa.


Sputnik

"A reunião foi realizada como parte do incentivo à cooperação da indústria da Defesa entre os dois países", diz o comunicado.


Resultado de imagem para Kyriakos Kyriakidis
Kyriakos Kyriakidis | Reprodução

A delegação grega foi chefiada pelo chefe da Direção Geral de Investimentos em Defesa e Armamentos do Ministério da Defesa, o vice-almirante aposentado Kyriakos Kyriakidis. Já a delegação russa foi liderada pelo diretor do Serviço Federal Russo de Cooperação Técnico-Militar, Dmitry Shugaev.

Mais detalhes sobre as negociações ainda não foram divulgados.

Rússia e Grécia desenvolvem há anos a cooperação no setor da indústria de defesa. Apesar da adesão de Atenas à OTAN, o exército grego continua usando uma série de armas produzidas na Rússia.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas