Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Insurgentes houthis começam a deixar porto de Al Hudaida

Insurgentes houthis começaram na noite de sexta-feira a se retirar do porto de Al Hudaida, no Iêmen, em cumprimento do acordo de cessar-fogo negociado com o governo do país, anunciou o porta-voz do movimento rebelde, o tenente-general Yehia Saria.


EFE

Sana - A retirada das tropas aconteceu na presença do general reformado holandês Patrick Cammaert, presidente do Comitê de Coordenação de Realocação (CCR), órgão liderado pela ONU para a supervisão do cumprimento do cessar-fogo.


Foto arquivo de rebeldes houthis, no Iêmen. EPA/YAHYA ARHAB
Foto arquivo de rebeldes houthis, no Iêmen | EPA/YAHYA ARHAB

"De acordo com as disposições do acordo de Estocolmo e com a implementação das direções do comando, as nossas forças começaram ontem à noite a aplicar a primeira fase da retirada do porto de Al Hudaida", disse Saria em entrevista à agência de notícias "Saba", controlada pelos houthis.

O porta-voz afirmou que os houthis agora esperam que o CCR obtenha um compromisso por parte do governo iemenita em cumprir sua parte da primeira fase do acordo negociado na Suécia, que prevê a retirada de tropas do leste da cidade e de outras partes de importância crítica.

O acordo inclui a aplicação de um cessar-fogo imediato em Al Hudaida e a retirada progressiva das tropas insurgentes e governamentais da cidade.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas