Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Irã acusa os EUA de terem 'prejudicado a região' com a presença militar na Síria

O Minisério do Interior do Irã se manifestou pela primeira vez desde o anúncio da decisão de Donald Trump em retirar tropas americanas da Síria. EUA operavam no país sem salvaguarda de Damasco ou resolução da ONU e vai promover saída gradual após anúncio de "vitória contra o Estado Islâmico [o grupo terrorista Daesh]".


Sputnik

Em uma declaração à agência de notícias Associated Press, o porta-voz do gabinete ministerial, Bahram Ghasemi comentou o anúncio de Trump.


Manifestastes contra os ataques da coalizão internacional na Síria agitando bandeiras da Síria, Irã e Rússia
© AP Photo / Hassan Ammar

"Basicamente, a implantação e presença de forças americanas na região foi errada, ilógica e incitou tensões", disse, citado pela AP. Ao lado da Rússia, o Irã oferece suporte militar ao governo sírio a convite do próprio Assad.

Trump anunciou nesta semana planos de retirar 2.000 soldados norte-americanos do norte da Síria, onde apoiaram rebeldes curdos nas Forças Democráticas Sírias (SDF). Ele também ordenou a retirada de cerca de metade dos 14 mil militares dos EUA no Afeganistão, de acordo com a imprensa norte-americana.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas