Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Israel lança operação para destruir túneis do Hezbollah na fronteira libanesa

Israel concentrou forças na fronteira com o Líbano com a finalidade de destruir túneis usados pelo grupo armado Hezbollah, segundo comunicam as Forças de Defesa de Israel (IDF).


Sputnik

As IDF anunciaram na sua conta do Twitter que começaram, na terça-feira (4), uma operação destinada a "expor e neutralizar túneis fronteiriços" do Hezbollah, usados por esse grupo para atacar Israel a partir do território libanês.


Soldados das Forças de Defesa de Israel (foto de arquivo)
CC BY 2.0 / Forças de Defesa de Israel

Segundo comunica o jornal Haaretz, as Forças Armadas israelenses sabiam dos planos do Hezbollah, que datam de 2006, de construir túneis na fronteira com o Líbano para efetuar ataques contra Israel. Em particular, em 2013 as forças israelenses identificaram uma tentativa de construí-los, no entanto, não descobriram nenhum local de construção.

Em 2014, Israel criou uma equipe especial que deveria localizar os túneis. Em 2015, o país lançou uma operação para estabelecer uma barreira na fronteira com o Líbano. Os planos de Israel também incluíram usar uma tecnologia para destruir as construções do grupo armado.

Apesar de Hezbollah ser considerada uma organização terrorista pelos Estados Unidos e Israel, o grupo criado em 1980 é reconhecido como um partido político legítimo no Líbano e goza de relações estreitas com o Irã.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas