Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Maduro: Venezuela é alvo de ameaças imperialistas

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, assegurou nesta sexta-feira na cúpula da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA) que seu país está no olho do furacão das ameaças imperialistas.


Sputnik

"[América Latina] é uma área em disputa. Uma disputa intensa. Uma ofensiva contra governos progressistas. Estamos no olho do furacão das ameaças imperialistas e seus governos satélites no continente", disse Maduro durante a cúpula da ALBA que acontece em Havana.


Nicolás Maduro, presidente da Venezuela no Fórum Internacional Semana da Energia da Rússia
Nicolás Maduro © Sputnik / Sergei Guneev

Segundo ele, "uma campanha brutal contra a revolução bolivariana" está em curso.

O presidente assegurou que a luta está sendo travada entre o projeto "neocolonialista imperialista" dos Estados Unidos e o projeto de "libertação, independência e felicidade compartilhada" e promovida, entre outros, por seu governo.

Maduro considerou apropriado unir os esforços dos povos da região para estabelecer as bases para a independência dos próximos anos.

A ALBA, fundada em 2004 a pedido da Venezuela, tem entre seus membros Antígua e Barbuda, Bolívia, Cuba, Dominica, Grenada, Nicarágua, Saint Kitts e Nevis, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, e Suriname.

O Governo do Equador decidiu retirar-se da ALBA em agosto deste ano, em resposta à situação política e migratória da Venzuela.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas