Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Mídia: veículos militares dos EUA abandonam Síria

A mídia turca acaba de divulgar um vídeo em que é possível observar um comboio de veículos militares estadunidenses abandonando o território da Síria.


Sputnik

A agência turca Anadolu difundiu o vídeo, filmado na noite de 19 para 20 de dezembro, em que aparece um comboio militar norte-americano deixando o país árabe.


Soldado norte-americano em cima de um veículo blindado na Síria
Tropas dos EUA na Síria © AP Photo / APTV

Segundo destaca a mídia, esse equipamento militar fora antes usado para fornecer armamentos às forças curdas.

Ontem, 19 de dezembro, o presidente norte-americano Donald Trump declarou que a vitória sobre a organização terrorista do Daesh foi alcançada e que os militares dos EUA precisam voltar para casa.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, anunciou no mesmo dia que os EUA estão se preparando para retirar todas as suas forças da Síria.

Ela ressaltou que os Estados Unidos estavam passando para a próxima fase de sua campanha na Síria e continuariam a trabalhar com seus aliados para combater o grupo radical.

Destaca-se que as Forças Armadas norte-americanas serão retiradas do país no prazo de 60 a 100 dias.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas