Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA vão suspender Tratado INF se Rússia não cumprir acordo, diz vice-secretário de Estado

Os EUA vão suspender suas obrigações no Tratado INF, que trata a respeito armas nucleares de médio alcance, no dia 2 de fevereiro se a Rússia não apresentar provas de que está cumprindo o acordo, disse o vice-secretário de Estado.
Sputnik

Em outubro, o presidente dos EUA anunciou que seu país abandonaria o Tratado INF, assinado pelos Estados Unidos e pela União Soviética em 1987.


Trump argumentou que Moscou estava desenvolvendo mísseis que violam esse pacto.

Em 4 de dezembro, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que Washington suspenderia sua adesão ao INF no prazo de 60 dias se a Rússia não voltasse a cumprir suas obrigações.

No entanto, a Rússia nega categoricamente todas as acusações. O líder russo, Vladimir Putin, declarou que Moscou se opõe à violação do Tratado INF, mas responderá se isso acontecer.

Militares detectaram 16 jatos espiões perto da fronteira russa na última semana

As autoridades russas identificaram 16 aeronaves estrangeiras realizando atividades de reconhecimento perto da fronteira russa no decorrer da semana passada, segundo um infográfico publicado pelo jornal oficial das Forças Armadas, o Krasnaya Zvezda.


Sputnik

Jatos russos foram convocados duas vezes nesse período para interceptar os aviões estrangeiros, impedindo-os de entrar no espaço aéreo russo.


Esta foto sem data da Força Aérea dos EUA mostra um avião espião U-2 (arquivo)
U-2 da USAF © AFP 2018 / US AIR FORCE

De acordo com o jornal, os dados da aviação mostraram que não houve transgressões.

A presença de jatos espiões estrangeiros realizando atividades de reconhecimento perto da fronteira da Rússia tem sido frequente. Ainda segundo o Krasnaya Zvezda, ao menos 17 aviões militares de outros países foram vistos nessa situação no início deste mês.

O Ministério da Defesa da Rússia informa regularmente sobre aviões estrangeiros que se aproximam das fronteiras nacionais. Nessa conexão, tem reiteradamente apelado aos parceiros internacionais para que limitem tal atividade. Apesar disso, o número de voos de reconhecimento continua sendo elevado.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas