Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA vão suspender Tratado INF se Rússia não cumprir acordo, diz vice-secretário de Estado

Os EUA vão suspender suas obrigações no Tratado INF, que trata a respeito armas nucleares de médio alcance, no dia 2 de fevereiro se a Rússia não apresentar provas de que está cumprindo o acordo, disse o vice-secretário de Estado.
Sputnik

Em outubro, o presidente dos EUA anunciou que seu país abandonaria o Tratado INF, assinado pelos Estados Unidos e pela União Soviética em 1987.


Trump argumentou que Moscou estava desenvolvendo mísseis que violam esse pacto.

Em 4 de dezembro, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que Washington suspenderia sua adesão ao INF no prazo de 60 dias se a Rússia não voltasse a cumprir suas obrigações.

No entanto, a Rússia nega categoricamente todas as acusações. O líder russo, Vladimir Putin, declarou que Moscou se opõe à violação do Tratado INF, mas responderá se isso acontecer.

Militares iranianos declaram ter possibilidade de aumentar alcance de mísseis balísticos

Os militares do Irã têm capacidade para aumentar o alcance de voo dos seus mísseis balísticos, anunciou o brigadeiro-general Amir Ali Hajizadeh, comandante da Força Aeroespacial do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês).


Sputnik

Segundo o general, atualmente o limite de alcance dos mísseis balísticos iranianos é de 2 mil quilômetros.


Lançamento de um míssil balístico pelo Irã
Lançamento de míssil balístico iraniano © AP Photo / Amir Kholousi

"Nós temos a capacidade para criar mísseis com um alcance maior […] Não temos limites do ponto de vista técnico ou devido a acordos quanto ao alcance dos mísseis", declarou.

Teerã, depois de assinar o Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês) em 2015, efetuou por várias vezes testes de mísseis balísticos em 2016 e 2017. Em setembro de 2017, durante um desfile militar, o Irã apresentou um novo míssil balístico, denominado Khorramshahr, de alcance de 2 mil quilômetros.

No início de dezembro o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, declarou que o Irã realizou testes de um míssil balístico de médio alcance, violando a resolução do Conselho de Segurança da ONU. Os EUA apelam ao Irã para cessar imediatamente todas as ações ligadas aos mísseis balísticos destinados ao transporte de armas nucleares.

O Ministério das Relações Exteriores iraniano comunicou, em resposta às acusações, que o programa de mísseis do país não viola resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas