Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA vão suspender Tratado INF se Rússia não cumprir acordo, diz vice-secretário de Estado

Os EUA vão suspender suas obrigações no Tratado INF, que trata a respeito armas nucleares de médio alcance, no dia 2 de fevereiro se a Rússia não apresentar provas de que está cumprindo o acordo, disse o vice-secretário de Estado.
Sputnik

Em outubro, o presidente dos EUA anunciou que seu país abandonaria o Tratado INF, assinado pelos Estados Unidos e pela União Soviética em 1987.


Trump argumentou que Moscou estava desenvolvendo mísseis que violam esse pacto.

Em 4 de dezembro, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que Washington suspenderia sua adesão ao INF no prazo de 60 dias se a Rússia não voltasse a cumprir suas obrigações.

No entanto, a Rússia nega categoricamente todas as acusações. O líder russo, Vladimir Putin, declarou que Moscou se opõe à violação do Tratado INF, mas responderá se isso acontecer.

Ministério da Defesa russo anuncia construção de estaleiro naval na Síria

A Rússia planeja a construção de um estaleiro naval no porto sírio de Tartus, informou o vice-ministro da Defesa Timur Ivanov.


Sputnik


"Temos um projeto conjunto para a construção de uma oficina naval ou de um estaleiro com o Ministério da Indústria e Comércio diretamente em Tartus para a manutenção de embarcações de várias classes. O projeto encontra-se em andamento, uma equipe de avaliação da situação já foi para o local", disse Ivanov em entrevista ao jornal russo Kommersant.


Marinheiros russos e sírios efetuam manobras conjuntas no porto de Tartus
Tartus, Síria © Sputnik / Dmitriy Vinogradov

Em Tartus já existe um centro de logística da Marinha da Rússia, usado pelo grupo permanente de navios da Frota russa no mar Mediterrâneo.

No final do ano passado, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, anunciou que a Rússia começou a estabelecer uma presença permanente na cidade costeira de Tartus e em Hmeymim, na província vizinha de Latakia.

A defesa antiaérea da base de Hmeymim é efetuada por avançados sistemas S-400, enquanto os sistemas de mísseis terra-ar S-300, assim como os sistemas de defesa costeira, equipados com mísseis de cruzeiro Bastion, protegem a base de Tartus.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas