Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Netanyahu: Hezbollah planeja criar usinas para produção de mísseis de precisão

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, declarou que o movimento Hezbollah está tentando criar usinas para produção de mísseis de precisão alternativa.


Sputnik

Ele acrescentou que hoje em dia o Hezbollah tem apenas algumas dúzias de mísseis de precisão no seu arsenal.


Militante do Hezbollah na Torre de Vigilância
Militante do Hezbollah © AP Photo / Bilal Hussein

"Aquelas instalações perto do aeroporto de Beirute, as instalações subterrâneas para conversão de precisão de mísseis, que a inteligência militar [israelense] me entregou, para expor, aquelas instalações foram fechadas. Eles estão tentando abrir outras instalações. Mas, através dessas medidas, nós estamos negando-lhes armas de precisão", disse Netanyahu.

Anteriormente, o subsecretário-geral do movimento libanês Hezbollah, Naim Qassem, declarou que o Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis.

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.

Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, destinada a destruir túneis do Hezbollah usados, segundo os israelenses, para canalizar militantes e armas na fronteira entre Israel e o Líbano.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas