Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Novíssimo navio-patrulha chega à Crimeia para realizar prova de mar

A tripulação do novíssimo navio-patrulha Dmitry Rogachev chegou pela primeira vez à cidade de Sevastopol (Crimeia) para participar em mais uma etapa da prova de mar estatal, comunicou aos jornalistas o chefe do departamento de comunicação da Frota do Mar Negro, Aleksei Rulev.


Sputnik

Durante cinco dias, a tripulação do navio vai efetuar um conjunto de manobras em conformidade com o plano, sublinhou Rulev.


Resultado de imagem para dmitry rogachev ship
Navio-patrulha russo Dmitry Rogachev | Reprodução

"Depois de terminar as manobras especiais, o navio-patrulha Dmitry Rogachev realizará sua passagem para a base de Novorossiysk para cumprir as etapas seguintes dos testes", diz o comunicado.

Anteriormente, a tripulação do novíssimo navio-patrulha realizou com sucesso testes envolvendo os primeiros disparos de artilharia no polígono da Frota do Mar Negro. O pessoal do navio fez fogo da peça de artilharia em regime efetivo, bem como em ângulos máximos de rotação e elevação contra alvos convencionais marítimos, costeiros e aéreos.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas