Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Novíssimos sistemas de combate a laser Peresvet entram em serviço do exército russo (VIDEO)

No início de dezembro, os sistemas de combate a laser russos Peresvet entraram em serviço operacional do exército russo, informou o jornal das Forças Armadas russas, Krasnaya Zvezda.


Sputnik

"Em 1º de dezembro, os sistemas de combate a laser russos Peresvet, baseados em novos princípios físicos, entraram em serviço operacional em modo de teste", revelou o jornal.


Testes do sistema de combate a laser russo Peresvet
Sistemas de combate a laser russo Peresvet © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia

O vídeo da entrada em serviço operacional dos sistemas de combate a laser russos Peresvet foi publicado pelo Ministério da Defesa russo em sua conta no YouTube.

O sistema a laser Peresvet foi apresentado pela primeira vez pelo presidente russo, Vladimir Putin, em 1º de março de 2018 durante seu discurso anual perante as duas câmaras do Parlamento.

Em 19 de julho, o Ministério da Defesa da Rússia comunicou que os sistemas já tinham entrado em serviço do exército russo e sido instalados nos locais necessários.

Segundo o diretor do Centro da Análise do Comércio Internacional de Armas, Igor Korotchenko, as armas a laser russas como o sistema Peresvet são capazes de combater drones de produção industrial e caseira.

Ele revelou que, em condições atmosféricas favoráveis, quando não há nevoeiro, tempestade de areia e precipitações, ou seja, em condições ideais, os sistemas de combate a laser são bastante eficazes a eliminar drones.

"É uma de suas áreas de intervenção. Quer dizer, no futuro, qualquer base, qualquer estrutura que deva ser protegida deverá potencialmente ser equipada com armas a laser", disse o especialista.




Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas