Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Lançamento do Submarino Riachuelo – S40 (VIDEO)

Hoje, 14 de dezembro, às 10h da manhã em Itaguaí-RJ, teve início a Cerimônia de Lançamento do Submarino Riachuelo, o primeiro de uma série de quatro submarinos convencionais e um nuclear que estão sendo construídos pela Marinha do Brasil. A cerimônia conta com a presença do Presidente da República.
Poder Naval

O nome do primeiro submarino, “Riachuelo”, é alusivo à Batalha Naval do Riachuelo, considerada decisiva na Guerra do Paraguai, com atuação destacada da Marinha do Brasil.


Acompanhe a Cerimônia em tempo real no vídeo no final deste post.
Prosub

O Brasil tem o mar como uma forte referência em todo o seu desenvolvimento. É nessa área marítima que os brasileiros desenvolvem as atividades pesqueiras, o comércio exterior e a exploração de recursos biológicos e minerais. A imensa riqueza das águas, do leito e do subsolo marinho nesse território justifica seu nome: Amazônia Azul.

A Amazônia Azul cobre uma área de 3,5 milhões de quilômetros quadrados. Mas o país pleiteia na Organização das Naç…

Poroshenko acusa Rússia de planejar invasão de duas cidades ucranianas

Recentemente, o presidente ucraniano declarou que a Rússia teria planos de invadir duas cidades ucranianas, Berdyansk e Mariupol, para garantir uma rota terrestre de Donbass à Crimeia.


Sputnik

Entretanto, a declaração de Poroshenko não contém provas ou argumentos reais sobre os planos citados, fazendo com que o deputado da Duma Federal da Rússia, Mikhail Sheremet, considerasse a declaração como algo "absurdo".


Pyotr Poroshenko, presidente da Ucrânia (foto de arquivo)
Pyotr Poroshenko © Foto : Serviço de imprensa do presidente da Ucrânia

Sheremet afirmou que a declaração do líder ucraniano não passa de um absurdo, e que os planos citados existem apenas na "imaginação inflamada" de Poroshenko, que está tentando passar uma imagem negativa da Rússia, sem qualquer evidência concreta sobre tais planos, enfatizando que o único fato relevante é que a Rússia jamais desistirá de seus territórios, contudo, ela nunca vai pretender invadir outros territórios.

"Por isso, Poroshenko deve considerar todas suas ações antes de planejar novas provocações contra a Rússia, além de parar de culpar a Rússia pelos seus próprios fracassos internos no país […]", ressaltou Sheremet.

Vale ressaltar que o conflito no Leste da Ucrânia entre as autoproclamadas repúblicas de Donetsk e Lugansk e as autoridades ucranianas já matou mais de 10 mil pessoas desde abril de 2014.

O acordo de paz assinado em Minsk em 2015 ajudou a reduzir as hostilidades, mas os confrontos continuam e as tensões têm sido elevadas nas últimas semanas após provocações da Marinha ucraniana, quando três navios seus — Berdyansk, Nikopol e Yany Kapu — atravessaram a fronteira da Rússia, no dia 25 de novembro, violando os artigos 19 e 21 da Convenção da ONU sobre direito marítimo.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas