Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA vão suspender Tratado INF se Rússia não cumprir acordo, diz vice-secretário de Estado

Os EUA vão suspender suas obrigações no Tratado INF, que trata a respeito armas nucleares de médio alcance, no dia 2 de fevereiro se a Rússia não apresentar provas de que está cumprindo o acordo, disse o vice-secretário de Estado.
Sputnik

Em outubro, o presidente dos EUA anunciou que seu país abandonaria o Tratado INF, assinado pelos Estados Unidos e pela União Soviética em 1987.


Trump argumentou que Moscou estava desenvolvendo mísseis que violam esse pacto.

Em 4 de dezembro, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que Washington suspenderia sua adesão ao INF no prazo de 60 dias se a Rússia não voltasse a cumprir suas obrigações.

No entanto, a Rússia nega categoricamente todas as acusações. O líder russo, Vladimir Putin, declarou que Moscou se opõe à violação do Tratado INF, mas responderá se isso acontecer.

Rússia vai instalar base militar na ilha venezuelana de La Orchila

Segundo a agência estatal russa TASS, o alto comando militar daquele país desdobrará aeronaves no Caribe venezuelano


Poder Aéreo

O governo de Vladimir Putin decidiu instalar uma base militar em La Orchila, uma pequena ilha localizada a 200 quilômetros a nordeste de Caracas.

Tu-160 e 4 mísseis de cruzeiro Kh55SM
Bombardeiro Tu-160 e 4 mísseis de cruzeiro Kh55SM

De acordo com a agência estatal russa TASS, o alto comando militar daquele país implantará aeronaves no Caribe venezuelano.

O portal Aporrea interpretou a ação como uma resposta à decisão de Washington de se retirar do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário e também para defender o regime das ameaças dos EUA.

Shamil Garayev, um especialista militar russo, disse que a ideia de Moscou é incluir a Venezuela em missões de aviação de longo alcance.

“Nossos bombardeiros estratégicos não terão que retornar à Rússia todas as vezes, mas também não precisarão de reabastecimento aéreo em uma missão de patrulha nas Américas”, disse ele ao jornal russo Novaya Gozeta.

FONTE: NT24 / COLABOROU: Sérgio Santana

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas