Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Serviço Federal de Segurança russo detém cidadão americano suspeito de espionagem

Os agentes do Serviço Federal de Segurança (FSB, sigla em russo) detiveram em Moscou o cidadão norte-americano Paul Whelan por suspeita de espionagem, de acordo com a assessoria de imprensa do serviço.


Sputnik

Nota-se que a detenção ocorreu no dia 28 de dezembro.


Agentes do FSB da Rússia (foto de arquivo)
© Foto : Centro de Relações Públicas do FSB da Rússia

"No dia 28 de dezembro, em Moscou, os agentes do Serviço Federal de Segurança detiveram o cidadão norte-americano Paul Whelan durante um ato de espionagem", lê-se no comunicado do serviço.

Na sequência do ato foi aberta uma investigação, acrescentou a assessoria. As ações de investigação estão em curso.

Por enquanto, o serviço não divulgou mais detalhes do incidente.

De acordo com a legislação russa, o crime de que o suspeito é acusado prevê uma pena de 10 a 20 anos de prisão.

O Ministério das Relações Exteriores russo comentou o incidente. De acordo com ele, a embaixada dos EUA em Moscou, em rigoroso cumprimento da Convenção Bilateral Consular, foi avisada de forma atempada sobre o fato de detenção do cidadão dos EUA.

Por sua vez, o vice-presidente do Comitê de Segurança e Combate à Corrupção da Duma de Estado (câmara baixa do parlamento russo), Anatoly Vyborny, considera que a detenção de Whelan evidencia passos hostis continuados em relação à Rússia, destacando que os serviços russos reagem "de forma mais do que eficaz".

"Nossos serviços especiais, a meu ver, funcionam de forma mais do que eficaz […] Quanto à detenção deste indivíduo, trata-se de mais uma evidência dos passos hostis em relação ao nosso país", assinalou.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas