Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Soldado sírio morre em ataques contra província síria de Hama

Um soldado sírio foi morto e outro ficou ferido nas últimas 24 horas em ataques de grupos armados ilegais contra a província síria de Hama, disse o chefe do Centro Russo de Reconciliação no país árabe, tenente-general Sergei Solomatin.


Sputnik

"Durante o dia ocorreram ataques contra a cidade de Zelakiat na província de Hama, (…) um soldado das forças armadas sírias morreu e outro ficou ferido após o bombardeio de Zelakiat", disse o oficial russo em uma entrevista coletiva.


Destruction is seen in the Syrian city of Hama
Destruição em Hama, Síria © AFP 2018 / BARAA ABUL FADL

Salamatin ressaltou que, graças à lei da anistia, aprovada em 9 de novembro e assinada pelo presidente do país, Bashar Assad, mais de 14.200 pessoas recorreram a esse instrumento para regularizar a situação junto às autoridades.

O representante do centro russo ressaltou que durante as últimas 24 horas foram realizadas duas ações humanitárias. Uma na província de Deir ez-Zor e outra na província de Homs. Mais de 900 caixas de alimentos foram distribuídas.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas