Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Taiwan planeja atualizar destróieres classe ‘Kidd’

Taiwan vai atualizar sistema eletrônico em destróieres da classe Kidd para conter ameaça crescente da China


Poder Naval

TAIPEI – Taiwan gastará pelo menos NT$ 1,99 bilhão (US$ 64,4 milhões) em melhorias no sistema eletrônico dos quatro contratorpedeiros da classe “Kidd”, de acordo com o orçamento do Ministério da Defesa Nacional (MND) para 2019.

Tso Ying (DDG-1803)
Destróier Tso Ying (DDG-1803)

A atualização é projetada para conter os crescentes recursos de mísseis da China, informou a CNA – Central News Agency.

A atualização será feita para o sistema de guerra eletrônica AN/SLQ-32 dos destróieres e deverá estar concluída em 2023. De acordo com o orçamento do MND para 2019, a atualização será feita para melhorar a capacidade de contra-ataque da Marinha e melhorar a taxa de sobrevivência dos navios.

Um oficial da Marinha, citado pela reportagem, também disse que Taiwan comprará 16 mísseis Block 2IA do Standard Missile 2 (SM-2), para reforçar a capacidade superfície-ar de Taiwan.

Os destróieres são freqüentemente usados ​​para treinamento de longa distância, e a frota é geralmente posicionada na costa leste de Taiwan como parte do sistema de detecção antecipada das forças armadas.

FONTE: Taiwan News

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas