Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã desloca sistema russo de defesa S-300 para a costa do golfo Pérsico (VÍDEO)

Uma coluna de caminhões iranianos transportando vários sistemas anti-aéreos russos S-300 Favorit para a costa do golfo Pérsico foi capturada em vídeo por um motorista e postada no YouTube.
Sputnik

O vídeo mostra como caminhões transportam partes dos sistemas antiaéreos e coincide com a escalada de tensão entre os Estados Unidos e o Irã com o envio de um grupo de combate naval dos EUA para a costa iranianas, relata Alarabiya.


Segundo o jornal russo Rossiyiskaya Gazeta, o envio dessas unidades do S-300 para a costa persa responde à crescente presença militar e naval dos Estados Unidos. O artigo também explica que as unidades não viajam sozinhas por via terrestre e fazem isso em caminhões para preservar sua vida útil e garantir a segurança durante a viagem.

Em 13 de maio, o comandante das Forças Aeroespaciais da Guarda Revolucionária Islâmica, Amir Ali Hajizadé, assegurou que o país persa estava pronto para atacar os Estados Unidos devido à presença do referido grupo naval na região.

Hajizadé…

Venezuela alerta os EUA contra interferência após interceptar navio da ExxonMobil

Caracas rejeitou fortemente à resposta de Washington após interceptação de um navio de exploração de petróleo da ExxonMobil pelas autoridades venezuelanas, declarou o Ministério de Relações Exteriores da Venezuela.


Sputnik

Na noite de sábado, o Ministério das Relações Exteriores da Guiana disse que a Marinha Bolivariana da Venezuela havia interceptado um navio de exploração de petróleo que operava dentro das águas territoriais do país sob a bandeira das Bahamas e em nome da corporação de petróleo e gás americana ExxonMobil. Caracas, por sua vez, insistiu que não havia um, mas dois navios de exploração de petróleo, e eles haviam cruzado ilegalmente a fronteira venezuelana.

Navios de guerra da Marinha venezuelana ancoram em Isla de Aves.
Navios da Marinha da Venezuela © AP Photo / Leslie Mazoch

O incidente ocorreu em territórios disputados que são referidos pela Venezuela como Guayana Esequiba. O local é reivindicado também pela Guiana desde o século XIX e fez aumentar as tensões e entre Caracas e Georgetown em 2015, quando a Guiana concedeu uma licença à ExxonMobil para explorar a região rica em petróleo.

O Departamento de Estado dos EUA pediu que a Venezuela "respeitasse" a soberania dos vizinhos.

"O governo da República Bolivariana da Venezuela categoricamente rejeita a declaração do Departamento de Estado dos EUA sobre as ações soberanas em 23 de dezembro pela Marinha Bolivariana para a proteção rigorosa das águas da Venezuela", disse a chancelaria venezuelana em um comunicado.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas