Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

Venezuela se despede dos aviões russos

O ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino López, escreveu sobre a despedida dos militares russos que voaram ao país bolivariano para realização de manobras conjuntas.


Sputnik

Vladimir Padrino López agradeceu à Rússia após as aeronaves russas deixarem a Venezuela rumo às bases permanentes.


O ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino López, com os pilotos do avião russo Tu-160
© REUTERS / Ministério da Defesa da Rússia

O envio de aviões militares russos à Venezuela atraiu muita atenção no mundo. O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, caracterizou a ação como um desperdício de recursos públicos, e o presidente colombiano, Ivan Duque, viu a medida como inamistosa.

O presidente venezuelano Nicolás Maduro, por sua vez, rebateu críticas e disse que aviões militares estrangeiros continuarão chegando à Venezuela nos próximos meses.

Já o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, mostrou-se esperançoso que a Força Aeroespacial da Rússia continue voando para a Venezuela, e que os navios da Marinha russa visitem os portos venezuelanos.

No dia 10 de dezembro, dois bombardeiros estratégicos russos Tu-160, um avião de transporte militar An-124 e uma aeronave Il-62 voaram da Rússia à Venezuela, percorrendo 10 mil quilômetros, para realização de manobras com o país bolivariano.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas