Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Merkel: Esforços pelo desarmamento devem incluir EUA, Rússia, UE e China

A declaração da chanceler alemã ocorre em meio a um impasse entre Moscou e Washington, depois que os EUA anunciaram a suspensão do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF).
Sputnik

"O desarmamento é algo que preocupa a todos nós e é claro que ficaríamos felizes se essas conversas fossem realizadas não apenas entre os Estados Unidos, Europa e Rússia, mas também com a China", afirmou Angela Merkel na Conferência de Segurança de Munique, no sábado.


Comentando o assunto, o Ministro da Economia e Energia da Alemanha, Peter Altmaier, observou que o término do acordo poderia levar a uma nova corrida armamentista.

No início de fevereiro, Washington disse que estava suspendendo as obrigações previstas sob o Tratado INF. A Rússia respondeu da mesma maneira. Os EUA disseram que sairiam do tratado em seis meses, a menos que a Rússia voltasse a cumprir o acordo, mas Moscou refuta as alegações de violação do.

Washington também se mostrou favorável a um novo texto envolvendo t…

VÍDEO mostra poder de fogo sírio contra grupos terroristas

Nas redes foi publicado um vídeo mostrando o poder de fogo do exército sírio na luta contra os grupos terroristas.


Sputnik

O vídeo mostra o disparo de obuseiros autopropulsados de fabricação russa 2S3 Akatsiya, de 152 mm, causando a explosão simultânea de mais de uma dúzia de projéteis de 43 kg cada, segundo o portal militar russo Russkoe Oruzhie.


Resultado de imagem para 2S3 Akatsiya


Atualmente, as tropas sírias possuem aproximadamente 50 unidades do 2S3 Akatsiya. O sistema 2S3 de 152 mm entrou em serviço no exército soviético no início dos anos 70 é o equivalente ao M109 americano.

Sua designação correta é SO-152, mas no exército russo é habitualmente chamado de Akatsiya (Acácia) e a marca industrial é 2S3.

O veículo tem como base o chassi do Sa-4 Ganef, mas em vez das 7 rodas só tem 6 de cada lado, com o peso de 27.500 kg. O motor consiste em um V-58 V-12 a diesel, desenvolvendo cerca de 520 cv, com velocidade máxima de 60 km/h em estrada, tendo uma autonomia de 500 km.

O veículo já não se encontra em produção, mas ainda é utilizado nos exércitos da Rússia, Argélia, Armênia, Bielorrússia, Cuba, Geórgia, Iraque, Cazaquistão, Líbia, Síria, Vietnã, Ucrânia e Uzbequistão.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas