Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Avaliada na Ucrânia possibilidade de início de guerra contra Rússia

Um militar aposentado ucraniano comentou uma possível guerra entre os dois países e indicou a única possibilidade de combates reais de grande escala serem desencadeados.


Sputnik

A possibilidade de guerra entre Rússia e Ucrânia se iniciar é mínima, afirmou o tenente-general aposentado dos serviços especiais ucranianos, Vasily Bogdan.


Soldados ucranianos sobre o veículo blindado no Leste da Ucrânia
Tropas ucranianas © AFP 2018 / ALEXANDER KHUDOTEPLY

Em entrevista ao jornal Fakty, o militar aposentado assegurou que não haverá nenhuma guerra entre os dois países antes de as eleições presidenciais na Ucrânia. De acordo com ele, o Kremlin espera que o rumo político de Kiev mude. No entanto, mesmo após as eleições e independentemente de seus resultados, uma guerra de grande escala não será desencadeada, acrescenta.

Na opinião do general, combates sérios acontecerão somente se as tropas russas decidirem atacar.

Ao mesmo tempo, ele acrescentou que o Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia está pensando na possibilidade de efetuar operações militares para recuperar Donbass.

As eleições presidenciais na Ucrânia estão marcadas para o dia 31 de março deste ano. A pré-eleição dos candidatos foi iniciada em 31 de dezembro, e no mesmo dia começaram companha eleitoral e registro dos interessados à presidência do país.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas