Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Queremos que a Venezuela volte à democracia', diz Bolsonaro a TV dos EUA

Em entrevista à Fox News, o presidente também defendeu o muro para separar EUA do México. Nesta terça, ele vai se encontrar com Donald Trump.
Por G1

O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista à TV norte-americana na madrugada desta terça-feira (19) que a Venezuela estará no centro das discussões durante o encontro com o presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca, nesta tarde.

Ao canal Fox News, Bolsonaro reafirmou que o presidente norte-americano mantém "todas as opções na mesa"em relação à Venezuela. "Nós não podemos falar em todas as possibilidades, mas o que for possível de forma diplomática", disse Bolsonaro, segundo tradutor da emissora.

A entrevista foi ao ar com tradução simultânea, e em alguns trechos não foi possível ouvir o que o presidente respondeu. Bolsonaro disse que o Brasil é o país mais interessado em pôr fim ao governo de Nicolás Maduro.

O presidente afirmou que o governo brasileiro está alinhado ao de Trump. "Hoje temos nova ideologia,…

Avião americano realiza voo de reconhecimento perto da Crimeia

Um drone militar norte-americano RQ-4B Global Hawk e um avião de reconhecimento Boeing RC-135V da Força Aérea dos EUA realizaram voos perto da Crimeia e junto à costa da região russa de Krasnodar, de acordo com os dados do serviço de monitoramento Plane Radar.


Sputnik

Segundo o portal, na sexta-feira (11), o Global Hawk decolou de uma base aérea na Itália, sobrevoou o espaço aéreo da Grécia, Bulgária e Romênia, e depois realizou ações de reconhecimento na linha de demarcação em Donbass.


Boeing RC-135V norte-americano
CC BY-SA 2.0 / Alan Wilson / Boeing RC-135V

Poucas horas depois, o drone começou a sobrevoar as zonas ao longo da costa do mar Negro.

O avião de reconhecimento norte-americano Boeing RC-135V também se aproximou das fronteiras da Rússia, relata o portal. A aeronave monitorizou o espaço da costa do mar Negro, sobrevoou zonas perto do litoral na região de Novorossiysk e depois retornou à sua base.

Ultimamente a atividade de aviões de reconhecimento e drones estrangeiros perto das fronteiras russas tem aumentado. Em particular, eles foram vistos tanto perto da Crimeia e da região de Krasnodar, como nas regiões próximas das fronteiras ocidentais da Rússia.

O Ministério da Defesa pediu repetidamente a Washington suspender essas operações, no entanto o Pentágono se recusou a fazê-lo.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas