Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que 'certamente' entraria em guerra com o Irã, mas 'não agora'

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que consideraria uma ação militar contra o Irã para impedir que a República Islâmica consiga armas nucleares. A briga entre Teerã e Washington aumentou depois que os EUA acusaram o Irã de atacar dois petroleiros.
Sputnik

"Eu certamente vou considerar as armas nucleares", disse Trump à revista Time na terça-feira, quando perguntado sobre o que poderia levá-lo a declarar guerra ao Irã. "E eu manteria o outro um ponto de interrogação".

A reportagem não especificou se o presidente elaborou o cenário de lançar um conflito armado de pleno direito com a República Islâmica sobre seu programa nuclear. Quando um repórter perguntou a Trump se ele estava considerando uma ação militar contra o Irã agora, ele respondeu: "Eu não diria isso. Eu não posso dizer isso".

Seus comentários foram feitos um dia depois de o Pentágono ter enviado 1.000 soldados extras para o Oriente Médio "para fins defensivos".

Os Estados Unidos cu…

Bombardeiro russo Tu-22M3 se acidenta durante pouso forçado na região de Murmansk

Dois pilotos da aeronave morreram e outros dois tripulantes ficaram feridos durante um pouso de emergência no aeroporto na região russa de Murmansk, informou o Ministério da Defesa da Rússia em comunicado, nesta terça-feira (22).


Sputnik

Segundo a informação oficial, a aeronave sofreu o acidente durante uma manobra de pouso forçado ao se deparar com condições climáticas adversas na região russa acima citada.


O bombardeiro estratégico russo Tu-22M3
Tupolev Tu-22M3 © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia

O acidente ocorreu no aeroporto para aeronaves de longa distância da cidade russa de Olenegorsk por volta das 13h40 do horário local (8h40, no horário de Brasília).

"Em 22 de janeiro, o Tu-22M3, depois de completar um voo de treinamento programado na região de Murmansk, fez um pouso forçado quando se deparou com uma nevasca forte […] Segundo um relatório, dois pilotos foram levados para um centro médico, onde estão recebendo a assistência necessária. Dois membros da tripulação morreram", disse o ministério em um comunicado.

O ministério detalhou que a aeronave se desintegrou durante a aterrissagem."O bombardeiro se desintegrou depois de tocar na pista de pouso […] Não havia armas a bordo", informou a entidade militar.

De acordo com fontes, os médicos estimam que os pilotos que sobreviveram estão em estado grave.

O Tu-22M é um bombardeiro estratégico supersônico de longo alcance desenvolvido pelo escritório de projetos Tupolev e projetado para destruir alvos navais e terrestres a uma distância de até 2.200 km a partir de aeródromos domésticos com mísseis guiados e bombas.

Incorporado às Forças Armadas russas em 1989, o bombardeiro foi usado ativamente em missões na Síria, onde lançou ataques contra as instalações terroristas.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas