Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Bombardeiro russo Tu-22M3 se acidenta durante pouso forçado na região de Murmansk

Dois pilotos da aeronave morreram e outros dois tripulantes ficaram feridos durante um pouso de emergência no aeroporto na região russa de Murmansk, informou o Ministério da Defesa da Rússia em comunicado, nesta terça-feira (22).


Sputnik

Segundo a informação oficial, a aeronave sofreu o acidente durante uma manobra de pouso forçado ao se deparar com condições climáticas adversas na região russa acima citada.


O bombardeiro estratégico russo Tu-22M3
Tupolev Tu-22M3 © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia

O acidente ocorreu no aeroporto para aeronaves de longa distância da cidade russa de Olenegorsk por volta das 13h40 do horário local (8h40, no horário de Brasília).

"Em 22 de janeiro, o Tu-22M3, depois de completar um voo de treinamento programado na região de Murmansk, fez um pouso forçado quando se deparou com uma nevasca forte […] Segundo um relatório, dois pilotos foram levados para um centro médico, onde estão recebendo a assistência necessária. Dois membros da tripulação morreram", disse o ministério em um comunicado.

O ministério detalhou que a aeronave se desintegrou durante a aterrissagem."O bombardeiro se desintegrou depois de tocar na pista de pouso […] Não havia armas a bordo", informou a entidade militar.

De acordo com fontes, os médicos estimam que os pilotos que sobreviveram estão em estado grave.

O Tu-22M é um bombardeiro estratégico supersônico de longo alcance desenvolvido pelo escritório de projetos Tupolev e projetado para destruir alvos navais e terrestres a uma distância de até 2.200 km a partir de aeródromos domésticos com mísseis guiados e bombas.

Incorporado às Forças Armadas russas em 1989, o bombardeiro foi usado ativamente em missões na Síria, onde lançou ataques contra as instalações terroristas.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas