Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Brasil: aeronaves AH-11B chegam ao 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque

Em 22 de janeiro, os dois primeiros helicópteros Super Lynx modernizados chegaram às dependências do 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque, onde receberam a denominação de AH-11B.


DefesaNet

A chegada das aeronaves ocorreu dois anos e sete meses após o primeiro helicóptero AH-11A deixar o Complexo Aeronaval de São Pedro da Aldeia rumo à sede da empresa Leonardo Marconi Westland (LMW) em Yeovil, Reino Unido, para o início do processo de modernização.

Chegada dos helicópteros Super Lynx modernizados no Esquadrão HA-1 Foto - CCSM

Fruto de contrato celebrado entre a União Federal, representada pela Diretoria de Aeronáutica da Marinha, e a LMW, os helicópteros receberam novos motores LHTEC CTS800-4N, em substituição aos Rolls-Royce Gem 42 Mk. 1017.

As aeronaves também estão compatibilizadas com o uso de Óculos de Visão Noturna (OVN) e foram contempladas com a inclusão de um Processador Tático, de três novos displays que comporão o Painel Digital, e com diversos equipamentos que serão essenciais para o aprimoramento de sua performance.

Os AH-11B serão peça fundamental para a ampliação da capacidade da Esquadra, otimizando as operações de esclarecimento, de interdição marítima, ações contra ameaças de superfície e de submarinos, assim como, as operações de socorro e ações humanitárias, ao longo da “Amazônia Azul”.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas