Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Caça Sukhoi Su-57 da Rússia recebe revestimento stealth no canopy

O Su-57 é um caça multirole de quinta geração projetado para destruir todos os tipos de alvos aéreos em alcances longos e curtos e atingir alvos terrestres e navais inimigos, superando suas capacidades de defesa aérea


Poder Aéreo

MOSCOU - Um novo material composto com propriedades melhoradas de absorção de ondas de radar foi usado para fabricar o canopy do mais avançado caça multifuncional Sukhoi Su-57 e também no bombardeiro estratégico de mísseis Tupolev Tu-160, informou a Rostec à TASS na sexta-feira.

Sukhoi Su-57
Sukhoi Su-57

O inovador revestimento de vidro foi desenvolvido por especialistas da Technologiya R&D Enterprise (parte do RT Chemcomposite Group da Rostec), com sede em Obninsk.

“Ele duplica a absorção de ondas de radar e reduz em 30% a assinatura de radar do cockpit da aeronave. Atualmente, o revestimento é aplicado no canopy do T-50 (Su-57 desde agosto de 2017), Su-30, Su-34, Su-35, MiG-29K e Tu-160”, disse a Rostec.

O revestimento é feito de camadas de óxido de metal com 70-90 nm de espessura. Além de reduzir a visibilidade aos radares inimigos, ele protege o piloto durante o voo contra o impacto dos fatores ultravioleta, térmico e outros fatores negativos, destacou a Rostec.

“O revestimento enfraquece o componente térmico da radiação solar em mais de três vezes, enquanto o índice de transmitância integral na faixa visível representa não menos que 65% e o impacto do componente ultravioleta cai em mais de 4-6 vezes”, disse a empresa de tecnologia.



Como disse anteriormente o Diretor Industrial do Cluster de Armamento Convencional, Munição e Química Especial da Rostec, Sergei Abramov, essa inovação não apresenta pontos fracos: sua aplicação ajuda a reduzir pela metade o peso da cobertura de vidro da cabine e aumenta a resistência a impactos e absorção de ondas de radar de 40 a 80%.

O Su-57 é um caça multirole de quinta geração projetado para destruir todos os tipos de alvos aéreos em alcances longos e curtos e atingir alvos terrestres e navais inimigos, superando suas capacidades de defesa aérea.

O Su-57 voou pela primeira vez em 29 de janeiro de 2010. Em comparação com seus antecessores, o Su-57 combina as funções de um avião de ataque e caça, enquanto o uso de materiais compostos e tecnologias de inovação e configuração aerodinâmica asseguram o baixo nível de assinatura de radar e infravermelho.

O Tu-160 é o maior avião com asa de geometria variável e um dos aviões de combate mais poderosos do mundo. Em 2015, foi anunciada a decisão de reiniciar a produção do bombardeiro estratégico atualizado na Kazan Aircraft Enterprise.

Em 16 de novembro de 2017, o novo avião foi entregue da oficina de montagem final para a estação de testes de voo. Graças à sua atualização, a eficiência do bombardeiro Tu-160 deverá aumentar em 60%.

FONTE: TASS

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas