Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Canadá e China tentam normalizar relações e negociam libertação de canadenses presos

Uma delegação composta por políticos canadenses discutiu com autoridades chinesas a libertação de Michael Kovrig e Michael Spavor, cidadãos canadenses detidos na China, informou a CBC nesta segunda-feira.


Sputnik

"A essência da mensagem é que o ramo executivo do Canadá pediu a sua libertação imediata", disse o legislador canadense Joseph Day, que liderou a delegação, à emissora CBC.


Algemas
CC0

As relações entre o Canadá e a China se agravaram após a prisão em Vancouver de Meng Wanzhou, CFO da gigante chinesa de tecnologia Huawei, a pedido das autoridades norte-americanas por suspeita de violar as sanções impostas pelo Irã. A medida foi interpretada por Pequim como injusta. Autoridades diplomáticas pediram a Ottawa a libertação imediata da executiva (ela mais tarde teve o pedido de prisão domiciliar concedido após pagamento de fiança milionária).

No último dia 10 de dezembro, as autoridades chinesas detiveram o ex-diplomata Kovrig e o empresário Spavor, acusados de ameaçar a segurança nacional.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas