Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

China testa sua versão de 'mãe de todas as bombas', diz imprensa (VIDEO)

A empresa estatal chinesa NORINCO demonstrou imagens inéditas da sua versão da "mãe de todas as bombas" e dos testes, relata o Global Times.


Sputnik

Destaca-se que o poder de destruição da bomba aérea perde apenas para a bomba nuclear, por isso ela recebeu o apelido peculiar.


Imagem do vídeo promocional da NORINCO, o grupo empresarial da indústria de armas da China

O jornal observa que a NORINCO já testou as capacidades da bomba a partir de um lançamento do bombardeiro H-6K e provocou uma gigantesca explosão. O local dos testes não foi informado.

Com base nas imagens do vídeo, a bomba pesa várias toneladas e, devido ao seu tamanho, um bombardeiro pode carregar apenas uma bomba por vez. Segundo analistas, ela pode ter até seis metros de comprimento.

No entanto, especialistas também observaram que a bomba chinesa é provavelmente menor do que a dos EUA, tendo sido dimensionada deliberadamente para ser transportada pelo bombardeiro H-6K.

Alguns analistas chegaram a especular que a bomba seja também termobárica, mas a empresa chinesa não confirmou isso.

Em 2017, a Força Aérea dos EUA revelou uma gravação dos testes de 2003 de sua bomba não nuclear GBU-43/B, que também é conhecida como a "mãe de todas as bombas". O vídeo foi divulgado depois que a Força Aérea norte-americana a lançou contra o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em vários outros países) no Afeganistão.




Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas