Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Destróier dos EUA passa perto de ilhas disputadas no mar do Sul da China

O navio de guerra da Marinha dos EUA mais uma vez navegou nas proximidades das ilhas Paracel, que são disputadas no mar do Sul da China, comunicou a mídia estadunidense.


Sputnik

Segundo informou o porta-voz da Frota do Pacífico dos EUA, Rachel McMarr, citado pelo Wall Street Journal, a operação americana não é contra qualquer país nem ao menos tem um pretexto político.


Destróier norte-americano USS McCampbell
USS McCampbell | CC BY-SA 2.0 / Naval Surface Warriors / 170310-N-DZ075-0027

De acordo com McMarr, o destróier de mísseis McCampbell passou a 12 milhas náuticas (cerca de 22 quilômetros) das ilhas disputadas em "operação para garantir a liberdade de navegação" e em resposta às "exigências marítimas" excessivas de Pequim.

Anteriormente, a China apelou para que os Estados Unidos parem de enviar navios e aviões a ilhas disputadas, que são consideradas por Pequim como parte de seu território.

As ilhas Spratly e as ilhas Paracel estão entre os territórios mais disputados. Pequim, Taiwan, Vietnã, Malásia e Filipinas reivindicaram partes das Spratly, enquanto Pequim, Taiwan e Vietnã disputam a soberania sobre as Paracel. A China exerce controle de fato sobre as Paracel desde 1974.

Os EUA há muito que se mostram alarmados com a construção de postos avançados e instalações militares chinesas em ilhas artificiais no mar do Sul da China, mas as ações costumam se restringir a denúncias internacionais e advertências verbais. Entretanto, os navios da Marinha dos EUA realizam operações de "liberdade de navegação" nessas áreas, e os bombardeiros da Força Aérea dos EUA por vezes realizam voos sobre o mar do Sul da China.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas